Vereador continua reclamando que prefeito não responde requerimentos e diz ter acionado o MP

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Durante reunião Ordinária da Câmara Municipal de Pará de Minas realizada na noite de 26 de Novembro de 2018, o então presidente da Mesa Diretora Marcus Vinícius Rios Faria (MDB) reclamou que o Poder Executivo Municipal insistia em não responder aos requerimentos aprovados na Casa.

Disse ainda que a administração municipal não fornece informações solicitadas formalmente pelos vereadores, especialmente àquelas em que o prazo previsto é de 15 dias para responder conforme previsto na Lei Orgânica do Município.

O vereador cobrou mais respeito por parte do Poder Executivo e ressaltou que o descumprimento a esse requisito legal caracterizava improbidade administrativa.

O ano mudou, Marcus Vinícius Rios Faria não é mais presidente da Mesa Diretora do Legislativo paraminense, mas a bronca do vereador quanto a falta de respostas aos requerimentos continua a mesma.

Ele argumenta que o prefeito Elias Diniz (PSD) teria dito que o método de requerimentos da Câmara Municipal de Pará de Minas é ultrapassado. O vereador diz que esse é o modelo utilizado pelo Legislativo está previsto em lei e é por ele que o prefeito tem que responder:


Marcus Vinícius Rios Faria
marcusviniciusrequerimentos001

Também contesta alegação indicando que muitos requerimentos feitos pela Câmara Municipal de Pará de Minas e endereçados ao Executivo são duplicados:

Marcus Vinícius Rios Faria
marcusviniciusrequerimentos002

Acrescenta que reclamou junto ao Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) na Comarca de Pará de Minas sobre requerimentos em que os vereadores solicitam informações do Executivo para fins de fiscalização, mas que não foram respondidos:

Marcus Vinícius Rios Faria
marcusviniciusrequerimentos003

Ainda sobre os requerimentos, Marcus Vinícius Rios Faria afirma que os vereadores fazem requerimentos visando trazer benefícios para a população paraminenses.

Lembra que ao longo de 2018 foram feitos vários requerimentos cobrando da prefeitura de Pará de Minas uma ação para resolver a situação crítica da rodovia BR-352, principalmente no trecho da área urbana do município, que está esburacada.

Os documentos solicitavam uma intervenção do município junto ao DEER e ao DNIT para recapear a rodovia e aumentar a segurança para os usuários. De acordo com o vereador o Executivo não respondeu aos requerimentos.

Então ele cita para ilustrar a seriedade do assunto, o vereador lembra que na noite de sábado, 12 de janeiro, um casal morreu após batida frontal entre um Gol e um Monza, no Km 487, na BR 352, atrás do bairro Santos Dumont, em Pará de Minas. O casal que não resistiu aos ferimentos ocupava o Monza. Já o motorista do Gol e uma passageira ficaram feridos no acidente.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!