Novo modelo de gestão será implantado para tornar superavitário o HNSC e demissões não estão descartadas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


O prefeito de Pará de Minas, Elias Diniz (PSD), decretou a intervenção no Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC), no dia 10 de novembro de 2017. À época o único hospital da cidade que atende pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) de vários municípios da microrregião estava com seus plantões de pediatria, ortopedia, pronto socorro, anestesia e maternidade suspenso desde o dia 6 de novembro.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Na avaliação do prefeito Elias Diniz o decreto de intervenção no HNSC era necessário porque havia se esgotado e capacidade de diálogo entre a prefeitura e a diretoria da instituição de saúde.

Na noite do dia 10 de novembro o HSNC foi reaberto para atender a população. Desde então o secretário Municipal de Saúde e interventor do HNSC, Paulo Duarte, vem reafirmando que é preciso mudar o modelo de gestão do hospital.

O propósito para este ano de 2018 continua o mesmo. Paulo Duarte afirma que após o período de adaptação nos dois últimos meses de 2017, alguns projetos começam a funcionar no HNSC.

Ele destaca as parcerias com a concessionária Águas de Pará de Minas e com a Cemig visando reduzir o consumo e o valor das contas de água e energia elétrica.

O próximo passo será colocar em prática o novo modelo de gestão a partir da segunda quinzena de janeiro voltado para os atendimentos, plantões, agendas eletivas, protocolos e tudo mais para que gere economia e ao mesmo tempo atenda bem a população:

Paulo Duarte
pauloduartehnscgestao1


Um dos problemas que resultaram no fechamento da maioria dos serviços prestados pelo HNSC foi o atraso dos salários médicos que atendiam no único hospital de Pará de Minas.

Desde a intervenção os salários estão em dia, garante o secretário de Saúde. Inicialmente os salários eram pagos semanalmente, agora são pagos mensalmente. A folha de pagamento do HNSC é superior a R$ 400 mil mensais. Os salários atrasados devidos aos médicos serão pagos assim que o HSNC estiver funcionando bem e gerando resultados:

Paulo Duarte
pauloduartehnscgestao2

O interventor disse ainda que o HNSC continua funcionando da mesma forma planejada pela diretoria anterior. Não foram feitas demissões e nem alterado o quadro de médicos prestadores de serviços. Mudanças nesse sentido poderão ocorrer a partir da segunda quinzena de janeiro com a execução do novo modelo de gestão para que hospital seja superavitário:

Paulo Duarte
pauloduartehnscgestao3

O secretário municipal de Saúde, Paulo Duarte, afirma que apesar de ser a interventora, a Prefeitura de Pará de Minas está repassando ao Hospital Nossa Senhora da Conceição a subvenção mensal no valor de R$ 170 mil que havia sido pactuado com a entidade. Esses valores foram pagos em novembro e dezembro de 2017 e continuarão ao longo de 2018.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!