Casos de Dengue aumentam em Pará de Minas e em MG já foram registrados mais de 44 mil em 2019

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Os dados são alarmantes e preocupam. O Estado de Minas Gerais já registrou 44.230 casos prováveis de Dengue de 1º de janeiro até 11 de março de 2019, conforme dados da Secretaria de Estado de Saúde. A média é de 631 casos por dia e houve aumento de 509% em relação ao mesmo período do ano passado. Duas mortes foram contabilizadas em Betim e Uberlândia, e outras 18 são investigadas.

No município de Pará de Minas desde o final do ano passado uma força tarefa vem trabalhando intensamente no combate ao Aedes Aegyti que transmite a Dengue, Zika vírus e Febre chikungunya. Mutirões de limpeza são realizados duas vezes por semana em bairros da cidade. Ações também nas escolas e igrejas do município com o intuito de conscientizar a população.

Mas segundo o secretário municipal de saúde Paulo Augusto Teixeira Duarte outras alternativas tem sido colocadas em prática para que Pará de Minas não tenha uma epidemia da doença. O último Levantamento Rápido de Infestação do Aedes Aegypti (LIRAa) colocou a cidade em alerta com o resultado de 2.4.

Quando há casos suspeitos de Dengue a chamada “equipe de bloqueio” entra em ação em Pará de Minas, como afirma o secretário municipal de Saúde:


Paulo Augusto Teixeira Duarte
pauloduartedengue1

Também está sendo aplicado um inseticida por meio de uma bomba pulverizadora aplicada apenas na região da notificação. Mas não se trata do famoso fumacê.

Como os sintomas da Dengue se confundem com outras doenças a Secretaria Municipal de Saúde criou uma nova forma de identificar os casos suspeitos. Paulo Duarte explica como vai funcionar na prática:

Paulo Augusto Teixeira Duarte
pauloduartedengue2

A Secretaria Municipal de Saúde ainda não fechou o balanço do primeiro trimestre de 2019 em relação aos casos de Dengue. Em breve será apresentado, segundo o secretário da pasta, mas já foi adiantado que o número de casos cresceu.

Para se ter uma ideia ao longo de todo o ano de 2018 foram notificados 122 casos de Dengue em Pará de Minas. Somente nos primeiros 44 dias de 2019 foram registrados 68 casos, ou seja, mais da metade do total do ano passado inteiro.

Por isso é imprescindível a colaboração e ajuda de todos os paraminenses. O gerente de combate a Endemias, Adailton Antônio Moreira, lembra que o poder público tem feito sua parte, mas alerta que a população precisa contribuir limpando os quintais e deixando a casa livre de água parada. A Vigilância em Saúde tem fiscalizado e até multado os moradores que persistem em deixar os focos do mosquito nas residências:


Adailton Antônio Moreira
adailtondengue1

A primeira ação do fiscal da Vigilância em Saúde é ir à residência e alertar o morador. Quando ele volta se a casa ainda possui focos do mosquito Aedes aegypti é feita uma notificação em até 10 dias e a multa é registrada.

Quando às residências fechadas o agente deixa um bilhete pedindo ao morador que ligue para a Vigilância em Saúde no telefone (37) 3231-7735 e agende uma visita. Já nas casas que estão para alugar ou vender nas imobiliárias da cidade há uma parceria com a secretaria e todas são vistoriadas.

O próximo mutirão de limpeza acontece nesta quinta e sexta-feira, 14 e 15 de março nos bairros JK e Esplanada. A Secretaria de Saúde pede que todo tipo de material que possa acumular água seja retirado, colocado na porta de casa que o caminhão e os agentes passarão em todas as ruas.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!