Intervenção no HNSC completa seis meses com números positivos e elogios, afirma Elias Diniz

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


Após muitas negociações fracassadas, a Irmandade Nossa Senhora da Conceição e a Secretaria Municipal de Saúde encerraram o diálogo sobre o funcionamento do único Hospital de Pará de Minas.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

O Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC) teve as portas fechadas pelos diretores em novembro de 2017. A população ficou chocada e ao mesmo tempo preocupada com a falta de uma assistência especializada aos casos de urgência e emergência.

Apesar de moderna e bem equipada, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas não conseguiria absorver toda a demanda de pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) do município e de outras localidades da região.

O prefeito Elias Diniz (PSD) publicou um decreto de intervenção na unidade de saúde no dia 10 de novembro. Desde então o município assumiu a gestão do HNSC e vem adotando várias medidas para sanar os problemas encontrados.

Foi nomeado como interventor o secretário municipal de Saúde, Paulo Duarte. Também foi escolhido um Conselho de Gestão para acompanhar todos os trabalhos que estão sendo executados pela intervenção.

Os atendimentos a população da microrregião de saúde foram normalizados e as reclamações praticamente desapareceram nos últimos meses. Os plantões médicos estão sendo pagos rigorosamente em dia.

Nesta quinta-feira, 10 de maio, a medida drástica tomada pelo poder público municipal completou seis meses. O prefeito de Pará de Minas aproveitou a data para fazer um balanço muito positivo da intervenção.

Inicialmente ele informa que todos os pactos firmados com os profissionais de saúde do HNSC mostrou o grande potencial de atendimento aos pacientes do sistema público, dos convênios e aos particulares:


Elias Diniz
intervencaoseismeseseliasdiniz1

O chefe do Poder Executivo apresentou um relatório financeiro que comprova um aumento da produção e consequentemente de recursos. Os atrasos que atrapalham são referentes a falta de repasses do governo estadual:

Elias Diniz
intervencaoseismeseseliasdiniz2

O faturamento do HNSC aumentou consideravelmente devido ao novo modelo de gestão adotado. Pela proposta, o estabelecimento de saúde paga pelos serviços prestados e com isso consegue melhorar os rendimentos:

Elias Diniz
intervencaoseismeseseliasdiniz3

Em relação as dívidas contraídas pela entidade antes da intervenção, o município está aguardando a regulamentação de uma lei publicada pelo governo federal possibilitando o reparcelamento dos pagamentos em um prazo maior e com juros menores.

Está prevista uma carência para o início dos pagamentos e isso dará condições ao HNSC de quitar os débitos atrasados com os médicos do Corpo Clínico. A medida será tomada após a publicação da regulamentação da lei:

Elias Diniz
intervencaoseismeseseliasdiniz4

Os bons resultados foram compartilhados com toda a equipe que está empenhada no processo de intervenção. Os colaboradores do HNSC também são responsáveis pelo avanço do hospital e o novo padrão foi elogiado pelo secretário de Estado de Saúde, Nalton Sebastião Moreira da Cruz:

Elias Diniz
intervencaoseismeseseliasdiniz5

Entre os projetos inovadores do HNSC estão as ampliações do Centro de Hemodiálise e do Centro de Terapia Intensiva (CTI). Os processos estão em andamento, bem como a angariação de recursos para a execução das obras.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!