Número de homicídios quadruplicou em Pará de Minas no 1º semestre, mas crimes reduziram em julho

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

arma_pistola
Uma das grandes reivindicações da população de Pará de Minas e região está voltada para a segurança pública ou a sensação da falta dela. As cobranças são direcionadas ao Governo de Minas Gerais, que é o responsável perante a lei por manter a ordem.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Em Pará de Minas os índices de criminalidade estão em alta. O número de homicídios quase quadruplicou quando comparado o primeiro semestre de 2016 com o ano 2015. A estatística negativa ganhou destaque e foi confirmada pelos comandos das polícias Civil e Militar no município.

Boa parte dos paraminenses reclama do elevado número de assaltos, abordagens nas portas de residências, tráfico de drogas, furtos e assassinatos. A sensação é de insegurança, principalmente em determinadas regiões da cidade.

Contudo, a Polícia Militar informa que houve uma redução na criminalidade quando comparados os meses de junho e julho de 2016. A notícia também é baseada nos números registrados de um mês para o outro.

A informação é do sargento Valério José Rodrigues. Segundo ele, as operações desenvolvidas pela Polícia Militar vêm contribuindo para que os números sejam ainda melhores:

Sargento Valério José Rodrigues
qcsargentovalerio1

O militar destaca o esforço empregado nas diligências policiais que envolvem todo o efetivo, inclusive da parte administrativa. O objetivo é proporcionar mais segurança a sociedade paraminense:

sargento_valerio_jose_rodrigues010816
Sargento Valério José Rodrigues
qcsargentovalerio2

Ele frisa que o êxito vem sendo conquistado graças à parceria da população com a Polícia Militar através das denúncias. Por isso é importante a união de esforços no combate a criminalidade em toda a região:

Sargento Valério José Rodrigues
qcsargentovalerio3

A sensação de insegurança também é muito grande junto aos moradores das comunidades rurais de Pará de Minas. Eles reclamam das ações dos marginais e cobram atuação ostensiva da Polícia Militar na zona rural. Por sua vez, a PM diz que faz o que pode devido ao número de limitado de efetivo.

Quem puder ajudar a Polícia Militar no combate a criminalidade pode fazer denúncias anônimas através do telefone 181 – Disque Denúncia Unificado – e 190 – da Polícia Militar, para casos de emergência policial.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!