Elias Diniz defende que governo federal compre mais vacinas e se preocupa com onda roxa do Minas Consciente

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Como alternativa, caso o Plano Nacional de Imunização não consiga suprir a demanda dos brasileiros, prefeitos de 1.703 municípios se uniram e representados pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) pretendem criar um consórcio e adquirir as vacinas por conta própria.

Na sexta-feira (05) terminou o prazo para que as cidades se inscrevessem no consórcio e caso o Supremo Tribunal Federal (STF) autorize, a expectativa é viabilizar a possibilidade de acelerar o processo de vacinação no país.

O prefeito de Pará de Minas Elias Diniz (PSD) aderiu ao consórcio, mas está esperançoso que o governo federal cumprirá com a responsabilidade de adquirir e distribuir as vacinas:


Elias Diniz

eliasdvacina891

Quanto à onda Roxa, fase mais restritiva do Minas Consciente, Elias Diniz também está preocupado. Mais microrregiões do estado foram para esta fase e mais uma vez ele pede a cooperação dos paraminenses em manter as medidas de prevenção:

Elias Diniz
eliasdvacina892

Os municípios que aderiram ao consórcio da FNP somam mais de 125 milhões de brasileiros. Na região assinaram os prefeitos de Pará de Minas, Itaúna, Divinópolis, Nova Serrana, Pompéu, Cláudio, Pitangui, Carmo do Cajuru, Martinho Campos, São Gonçalo do Pará, Igaratinga, Conceição do Pará e Onça de Pitangui.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!