Historiadora recorda histórias sobre a extinta linha férrea de Pará de Minas que trouxe o progresso para a região

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Pará de Minas completa em 2021, 162 anos carregada de histórias e pessoas que aqui nasceram e levam o nome da cidade para o mundo. Os imóveis que se tornaram patrimônio histórico e cultural da cidade são um charme à parte. Alguns, antes de serem elevados a patrimônio, foram demolidos, mas os que restaram são parte de uma verdadeira coleção de histórias.

Para falar sobre estes patrimônios e suas histórias, além das personalidades que por aqui colecionaram iniciativas de sucesso, nada melhor que uma estudiosa da cultura. Ana Maria Campos foi por décadas diretora do Museu Histórico de Pará de Minas (Muspam) e conta com detalhes várias passagens.

Ela foi convidada do Papo com Geraldo Rodrigues – PGR – programa exibido de segunda a sexta-feira, de 13 às 15 horas, no canal grnewsnoticias do Youtube. Curiosidades também foram contadas durante o programa.


Entre elas sobre a extinta linha férrea, que trouxe a modernidade para o município. Para trazer este progresso, várias pessoas ajudaram a criar o Ramal do Pará:

Ana Maria Campos
anamariacamposlinhaferr1

Ana Maria Campos lembra que a partir do Ramal do Pará é que o município se desenvolveu, com mais modernidade, e a área se tornou o ponto principal da cidade:

Ana Maria Campos
anamariacamposlinhaferr2


A historiadora destaca ainda como se deu a extinção do Ramal do Pará, considerada por ela e muitos, uma grande perda:

Ana Maria Campos
anamariacamposlinhaferr3

Ana Maria Campos falou sobre vários outros assuntos durante o Papo com Geraldo Rodrigues. Assista e aproveite para se inscrever no programa e ficar por dentro de todas as novidades.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!