Unimed 24 horas registra aumento nos atendimentos de casos suspeitos de Dengue

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

unimed24h1
Nos últimos dias foi registrado aumento expressivo no número de casos de Dengue em Pará de Minas e diversos municípios da região. Em Bom Despacho e Cláudio os prefeitos decretaram estado de emergência por causa do avanço da doença.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Os prefeitos adotam essas medidas para facilitar a compra de medicamentos, contratação de novos agentes de combate ao mosquito transmissor da doença e o recebimento de recursos por parte dos governos estadual e federal.

Os municípios também vêm apertando o cerco com a fiscalização de lotes sujos e imóveis vazios. As notificações e multas são lavradas com o intuito de forçar os proprietários a tomarem as devidas providências.

Mesmo assim o mosquito Aedes aegypti vem se proliferando devido à falta de consciência de parte da população. Em Pará de Minas a situação é preocupante, pois os números estão numa crescente. Aumentou bastante o número de pessoas que procuram o Pronto Atendimento Municipal José Porfírio de Oliveira, no bairro Senador Valadares, com casos suspeitos de Dengue. Tanto que a unidade de saúde criou até um setor e equipes específicas para atender estes pacientes.

mmmcnbdl
Outra confirmação vem do médico neurologista, neurocirurgião e presidente da Unimed Centro-Oeste, Dr. Márcio Melo Morais. Ele confirma que o Pronto Atendimento Unimed 24 horas também vem registrando um grande aumento na demanda de pacientes com casos suspeitos de Dengue:

Dr. Márcio Melo Morais
cdmmm1

O médico afirma que o diagnóstico pode ser feito através de um simples exame clínico e de um hemograma completo. Dr. Márcio Melo Morais garante que a unidade de saúde está pronta para atender a todos os usuários:

Dr. Márcio Melo Morais
cdmmm2

Sobre o tratamento da Dengue, o profissional de saúde explica que o fator mais importante é a hidratação dos pacientes. Ele ressalta que o organismo combate o vírus automaticamente e não existe uma cura:

Dr. Márcio Melo Morais
cdmmm3

Márcio Melo Morais revela que adotou uma medida simples para evitar que a caixa d’água se transforme em um criadouro do mosquito Aedes aegypti. Ele frisa a importância de se vedar bem a tampa dos reservatórios:

Dr. Márcio Melo Morais
cdmmm4

A Secretaria Municipal de Saúde já vinha alertando sobre os problemas que seriam gerados pelos reservatórios de água em solo. Muitos pará-minenses armazenaram água por causa do racionamento e não estão tomando os devidos cuidados para que o inseto não se prolifere.

Se o mosquito pode matar, é importante que a população não deixe ele nascer.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!