Motoristas temem que corte de verba para a PRF afete a segurança nas estradas, mas um diz que PRF só multa

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) anunciou na manhã de quarta-feira, 5 de julho, que serão suspensos temporariamente vários serviços por falta de verbas.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Entre as medidas que visam conter gastos estão o fechamento de postos da PRF e a redução dos deslocamentos das viaturas. Em Minas Gerais foi afetado o atendimento ao público na sede da superintendência, em Contagem. Os usuários deverão procurar o local apenas de 9h às 15 horas.


Também foi suspenso o serviço de escolta de cargas superdimensionadas, atividades aéreas e deslocamentos terrestres de viaturas em patrulhamento. Outra decisão foi de desativar algumas unidades operacionais.

No atendimento das emergências as equipes vão priorizar os acidentes com vítimas e enfrentamento a práticas ilícitas. O policiamento dos postos desativados será passado para outras unidades.

O estado de Minas Gerais tem a maior malha viária do país. Ainda não foram definidos quais serviços serão afetados e quantos postos policiais serão desativados. A situação é muito delicada e deverá comprometer ainda a segurança nas estradas.

Na opinião de Adão Xavier Pereira, motorista há 30 anos, a postura adotada pelo governo federal é muito errada porque a Polícia Rodoviária Federal garante a segurança dos trabalhadores do transporte:

Adão Xavier Pereira
cortenaprfadaoxavierpereira

De acordo com o motorista Márcio Antônio Carlota, que está na profissão há 32 anos, é preciso aguardar os efeitos gerados pelo corte de gastos para fazer uma análise mais detalhada a respeito do assunto. Porém, ele acredita o roubo de cargas poderá aumentar:


Márcio Antônio Carlota
cortenaprfmarcioantoniocarlota


A reportagem do PORTAL GRNEWS conversou também com um motorista que preferiu não se identificar publicamente. Ele ressalta que a PRF não tem feito muita diferença na segurança das estradas e tem abusado da autoridade aplicando várias multas desnecessárias:

Motorista
cortenaprfmotorista

Informações do Ministério do Planejamento indicam que todos os setores do governo federal foram afetados pelos cortes nos investimentos. O limite fixado pelo Ministério da Justiça para a PRF para despesa chega a R$ 257,8 milhões. Esse montante não leva em consideração o custo com a folha de pagamento dos policiais federais.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!