Saúde se posiciona sobre possível falta em Pará de Minas de vacinas da Coronavac destinadas a segunda dose

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

A vacinação contra a Covid-19 segue lenta em todo o país devido a demora na entrega dos imunizantes. Em Pará de Minas não é diferente e mesmo tendo recebido uma quantidade grande de doses, ainda é pouco frente ao tamanho da população paraminense.

A cada semana é ampliada a idade das pessoas consideradas do grupo prioritário. Tem ainda os que precisam retornar aos pontos de vacinação para receber a segunda dose do imunizante.

Nesta quarta-feira, 5 de maio, o Portal GRNEWS recebeu a ligação de uma idosa que tinha agendado pra hoje o reforço da imunização. Ela foi até o Ambulatório Médico de Especialidades (AME) para receber a segunda dose, mas segundo ela, recebeu uma senha e a informação que a vacina da Coronavac teria acabado no município e assim que chegasse uma nova remessa é que ela seria vacinada.

Diante da informação, até mesmo contraditória, – o prefeito Elias Diniz (PSD) disse recentemente durante reunião do Comitê Gestor do Plano de Prevenção e Contingenciamento em Saúde do COVID-19 que o Município não seguiu as recomendações iniciais do Ministério da Saúde e manteve guardadas as doses referentes ao reforço – o Portal GRNEWS foi em busca dos dados diretamente com a Secretaria Municipal de Saúde.

À reportagem do Portal GRNEWS, o secretário Municipal de Saúde Wagner Magesty informou que o Ministério de Saúde deve a Pará de Minas 834 doses referentes à D2. Hoje no município há 120 doses da Coronavac disponíveis para a população receber a segunda dose. E até as 13 horas este quantitativo ainda não havia terminado.

Disse ainda que a segunda dose da população agendada para esta semana está garantida, conforme cronograma feito pela Secretaria, incluindo acamados e moradores da zona rural.

Wagner Magesty disse ainda que nesta quarta-feira, 5 de maio, o município receberá 30 doses da Coronavac e na sexta, 7 de maio, outras 90.

Ele destacou que a população agendada para esta semana para a segunda dose pode ir aos pontos de vacinação que para eles está garantida a imunização, sem que o calendário de imunização sofra prejuízos.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!