Sindicalista diz que Turi não atende reivindicações e trabalhador decidiu pela greve no transporte coletivo

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Pará de Minas se reuniram na terça-feira, 2 de abril, com os funcionários da Transporte Urbano Rodoviário e Intermunicipal (Turi) para negociar os reajustes salariais e benefícios dos funcionários da empresa.

A expectativa é equiparar o salário dos trabalhadores de Pará de Minas com os de Itaúna, cidade há 24 quilômetros do município e considerada do mesmo porte. É que em Itaúna a base salarial do motorista do coletivo é de R$ 1.930,00 com o ticket alimentação. Em Pará de Minas, o salário é R$ 1.508,00 e o vale alimentação pouco mais de R$ 100,00.

Estes números foram apresentados aos representantes da Turi que não apresentaram nenhuma proposta de melhoria salarial. Além disso, segundo ata da reunião, a gerência quis manter o acordo firmado em 2018 e 2019, sem nenhum reajuste.

Já na tarde desta quinta-feira, 4 de abril, foi realizada uma Assembleia Geral Ordinária na sede do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Pará de Minas e o presidente Francisco Ferreira Borges apresentou aos trabalhadores da Turi o que ficou definido no encontro com a empresa.

De acordo com os sindicalistas, a direção da Turi alegou que está trabalhando no vermelho e não pode conceder reajuste salarial aos funcionários. A Turi, a prefeitura, Câmara Municipal, Polícia Militar e demais órgãos serão notificados da decisão dos trabalhadores nesta sexta-feira, 5 de abril.

Eles então decidiram entrar em greve. Segundo notificação que será enviada em breve à Turi e ao poder público municipal, “Ante a decisão tomada pelos trabalhadores da categoria profissional, esta Entidade Sindical, em atento às disposições da Lei nº 7.783/1989, comunica que poderá, a qualquer momento, a partir das próximas 72 horas, contados do recebimento da presente notificação, ocorrer à paralisação geral do transporte coletivo urbano no município de Pará de Minas/MG.”

O presidente do sindicato Francisco Ferreira Borges disse a reportagem do Portal GRNEWS que esta não é a vontade dos trabalhadores, mas como não há nenhuma previsão de reajuste eles resolveram lutar por seus direitos:


Francisco Ferreira Borges
franciscogreve1

Ainda segundo a notificação, o Sindicato espera nova proposta por parte da Turi e que atenda aos anseios da classe. Uma pauta de reivindicações foi aprovada em assembleia pelos trabalhadores, enviada à empresa e nenhuma atitude foi tomada. Segundo o presidente, a gerência alega problemas financeiros há anos:

Francisco Ferreira Borges
franciscogreve2

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Pará de Minas Francisco Ferreira Borges explica como vai funcionar a paralisação:

Francisco Ferreira Borges
franciscogreve3

A Assembleia realizada com os trabalhadores foi acompanhada de perto pelo presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Divinópolis e vice-presidente da Federação Nacional dos Rodoviários de Minas Gerais, Erivaldo Adami da Silva, que classificou a situação como lamentável.

Falou ainda que o sindicato é organizado, os trabalhadores confiam no trabalho desenvolvido pela presidência e apoia a paralisação prevista para a próxima semana:


Erivaldo Adami da Silva
erivaldogreve1

Erivaldo Adami da Silva pede a compreensão da população, argumentando que os funcionários estão reivindicando seus direitos trabalhistas:

Erivaldo Adami da Silva
erivaldogreve2

 piso salarial da classe em outros municípios da região é de R$1.945,00 e benefícios como vale alimentação de R$ 320,00 e plano de saúde pago pela empresa.

A prefeitura de Pará de Minas e a Turi devem se manifestar nesta sexta-feira (5), após receberem a notificação do sindicato sobre a possível paralisação na próxima semana, casou as reivindicações dos trabalhadores da empresa não sejam atendidas,

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!