Eduardo Barbosa crê em definição rápida sobre impeachment e defende renúncia de Dilma Rousseff

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

edbarbosa_smr2
A cada dia surge uma nova fase da Operação Lava jato, desencadeada pelo juiz federal Sérgio Moro, em Curitiba, no Paraná. Também estão envolvidos nesta ação investigativa os representantes do Ministério Público Federal (MPF) e agentes da Polícia Federal (PF).

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

A cada novo capítulo surgem novos personagens dos meios empresariais e políticos do país. As diligências chegaram até ao ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva e os principais executivos das maiores empreiteiras brasileiras.

Diversos nomes de parlamentares já apareceram no escândalo, entre eles o do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, (PMDB-RJ) e do presidente do Senado Federal, Renan Calheiros (PMDB-AL).

Partidos aliados, o maior deles o PMDB, já desembarcaram da base de apoio ao governo petista da presidente Dilma Rousseff. Os ataques entre situação e oposição no Congresso Nacional estampam as manchetes dos meios de comunicação no país e no mundo.

A grave crise política vem tomando proporções nunca esperadas e enquanto isso a sociedade brasileira aguarda uma solução. O deputado federal Eduardo Barbosa vem participando e acompanhando de perto este processo.

De acordo com ele, a presidente da República vem mostrando uma falta de autoridade para governar o país. Esse cenário vem gerando uma grande insegurança entre os investidores e instituições de classe:

Eduardo Barbosa
edbarbosa_crspol1

Eduardo Barbosa entende que a chefe do Poder Executivo Nacional deveria renunciar ao cargo para evitar os estragos que atualmente vem sendo causados pelas crises política e econômica:

Eduardo Barbosa
edbarbosa_crspol2

Há dois anos o parlamentar foi presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara dos Deputados. Ele afirmou que teve uma convivência com os chefes das Forças Armadas e notou uma consciência de que a democracia deve ser mantida sem a volta da ditadura:

Eduardo Barbosa
edbarbosa_crspol3

Nesta segunda-feira (03) o Advogado Geral da União, José Eduardo Cadozo, apresentou a defesa da presidente Dilma Rousseff na Comissão Especial da Câmara dos Deputados que analisa o pedido de impeachment.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!