Vereadores aprovaram empréstimo sem conhecer projeto de revitalização e questionam corte de árvores na Presidente Vargas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

As obras de revitalização da Avenida Presidente Vargas, uma das principais vias de Pará de Minas, teve início em 25 de janeiro. O trabalho começou na rotatória existente na confluência da avenida com a rodovia BR-352 com a retirada do concreto do canteiro central, entre outras ações.

Para executar a obra a Câmara Municipal autorizou o Executivo a contrair um empréstimo de R$ 3 milhões junto ao Banco de Desenvolvimento do Estado de Minas Gerais (BDMG).

A empresa vencedora apresentou proposta aproximada de R$ 2,3 milhões para executar o projeto exigido pelo município. O restante do dinheiro para totalizar R$ 3 milhões será investido no novo parque iluminotécnico da Presidente Vargas e também na aquisição de mobiliário urbano, entre outros.

Com o início das obras os vereadores discutiram durante reunião na Câmara Municipal o corte de árvores na avenida. Chama atenção nesta questão em que os vereadores autorizaram o prefeito Elias Diniz a contrair o empréstimo de R$ 3 milhões para revitalizar a Presidente Vargas sem conhecer o projeto, sem ver ao menos um croqui da obra.

Isso pode ser constatado nas palavras do vereador Ênio Talma Ferreira de Rezende (PSDB). Ele questiona a necessidade do corte de árvores e pede que o prefeito enviar uma cópia, porque os vereadores não conhecem o projeto de revitalização da avenida, cujas obras estão andamento:


Ênio Talma Ferreira de Rezende
eniotalmaarvores1

O vereador Gladstone Correa Dias (PSDB) também não está satisfeito com o início das obras de revitalização da Presidente Vargas, especificamente no que se refere à arborização. Afirma que os vereadores estão sendo questionados sobre o assunto. Cita que Pará de Minas tem poucas árvores e algumas correm o risco de serem cortadas:


Gladstone Correa Dias
gladstonecorreaarvores1

Outro que se manifestou sobre a arborização na Presidente Vargas foi o vereador Rodrigo Alves Meneses (MDB). Para ele as árvores que ofereçam algum risco a população precisam ser suprimidas e substituídas:


Rodrigo Alves Meneses
rodrigoalvesarvores

O presidente da Comissão Obras, Serviços Públicos e Meio Ambiente da Câmara Municipal de Pará de Minas, José Salvador Moreira (PSD), buscou informações sobre o assunto e diz que as árvores que oferecem riscos serão substituídas. Outras espécies deverão ser plantadas em locais da avenida com muito espaçamento entre uma árvore e outra:


José Salvador Moreira
josesalvadorarvore1

O prefeito Elias Diniz (PSD) já disse ao Portal GRNEWS que a Avenida Presidente Vargas receberá nova arborização. Para isso ele pretende conversar com ambientalistas e realizar um fórum regional para discutir a arborização urbana.

Disse ainda que a obra se estenderá até as proximidades da Estação do Pará Cine Café. Também está prevista a revitalização da Praça Simão da Cunha, em frente ao Estádio Ovídio de Abreu, o Campo do Paraense. Além da modernização será alterada a entrada de caminhões na Companhia de Tecidos Santanense e o retorno de veículos também será modificado visando melhorar o fluxo do trânsito e consequentemente a mobilidade urbana naquela área.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!