Empresa receberá quase R$ 10,5 milhões para realizar coleta de lixo em Pará de Minas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


A Prefeitura de Pará de Minas deu publicidade nesta segunda-feira, 30 de abril, ao 9º Termo Aditivo ao contrato 0185/2015 firmado entre o município de Pará de Minas e Engesp Construções Ltda.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

O documento assinado pelo prefeito Elias Diniz (PSD) prorroga o prazo por mais 12 meses do contrato para que a empresa continue realizando a coleta de lixo em Pará de Minas. Por esta prestação de serviços a Engesp receberá o valor de R$ 10.471.353,61, média superior a R$ 870 mil mensais para o prazo de 12 meses, conforme a publicação desta segunda (30).

A prefeitura também publicou nesta segunda (30) o 8º Termo Aditivo ao contrato 0185/2015 entre o município e a Engesp visando adequação da planilha orçamentária relativa ao processo. Este documento havia sido assinado pelo prefeito Elias Diniz no dia 17 de abril de 2018.

A Taxa de Resíduos Sólidos ou taxa do lixo, para muitos, é cobrada pela Prefeitura de Pará de Minas na guia do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU).

Em 2018 os valores aumentaram muito e a população de Pará de Minas está muito insatisfeita com os vereadores que aprovaram o projeto enviado pelo prefeito Elias Diniz. Muitos contribuintes temem não conseguir pagar o IPTU referente ao exercício 2018.

A receita do município com a arrecadação prevista na guia do IPTU também aumentou consideravelmente saltando de R$ 16,8 milhões em 2017 para mais de R$ 23,7 milhões em 2018 devido ao aumento aprovado pela Câmara Municipal de Pará de Minas.

Entre os valores cobrados está a Taxa de Resíduos Sólidos (coleta de lixo) cuja arrecadação prevista passou de R$ 7.604.763,27 no ano passado para R$ 10.003.241,00 em 2018.

Ainda sim, esse valor será inferior ao que a prefeitura ao R$ 10.471.353,61 pagará para a Engesp realizar a coleta de lixo em Pará de Minas ao longo desse ano. Nessa conta simples, a gestão municipal ainda terá que complementar a quantia de R$ 468.112,61 para custear o serviço.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!