Mentiras afetam as pessoas? Será que existe mentira saudável? Psicóloga responde

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Inventar alguma historinha sobre como bebês foram feitos para as crianças ou que se lembrou de uma data especial mas esqueceu o presente… Tudo isso é considerado uma mentirinha branca. Só para se ajustar a uma situação ou evitar dores de cabeça.

O dia 1º de abril é considerado o Dia da Mentira e comemorado no mundo inteiro. Muitos aproveitam para pregar peças em outras pessoas contando coisas absurdas. Portais de notícias, jornais, programas de rádio e tv costumam também noticiar fatos no mínimo inusitados só como brincadeiras.

Mas e as mentiras do dia a dia? Será que elas realmente afetam as pessoas? E até quando tudo pode ser considerado saudável?

Em busca de resposta para esses questionamentos, a reportagem do Portal GRNEWS conversou com a psicóloga Natália Nunes Scoralick Lempke.

Ela afirma que a mentira pode prejudicar o indivíduo de várias formas. Nas crianças então, o cuidado deve ser redobrado. Enquanto menores, tem o costume de fantasiar, e a família deve estar atenta aos valores que são repassados a estes pequenos:

Natália Nunes Scoralick Lempke
natalia_lempke_mentira1

Já a mentira contada pelos adultos está, na maioria das vezes, associada à baixa autoestima:

Natália Nunes Scoralick Lempke
natalia_lempke_mentira2

E será que existe mentira saudável? A psicóloga responde:

Natália Nunes Scoralick Lempke
natalia_lempke_mentira3

Há pessoas que vivem na mentira, com declarações falsas e isso é chamado de mitomania ou simplesmente mentira compulsiva.

A maioria destas pessoas faz isso por medo e mentir compulsivamente pode interferir no julgamento racional, relacionamento familiar e principalmente nas questões sociais. Nestes casos é necessário acompanhamento profissional:

Natália Nunes Scoralick Lempke
natalia_lempke_mentira4

E como será que surgiu o Dia da Mentira? No Brasil em 1848 um jornal chamado sugestivamente de A Mentira noticiou o falecimento do, na época, imperador do Brasil Dom Pedro II. O jornal desmentiu o fato dois dias depois alegando ser uma brincadeira de 1º de abril. Dom Pedro II só morreu em 1891 na França.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!