Fundo Municipal da Criança e do Adolescente distribuí R$ 42 mil para sete entidades de Pará de Minas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

fundo_ascls2
Nesta terça-feira (29) foi realizada na Casa da Cultura uma solenidade de entrega de recursos para sete entidades assistenciais de Pará de Minas. Todas foram contempladas com um cheque no valor de R$ 6 mil.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Os recursos são oriundos do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, administrado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA).

Os valores foram arrecadados ao longo do ano por empresas e pessoas físicas que tiveram a iniciativa de fazer as doações através do imposto de renda. O montante total que tinha para ser repassado era de R$60 mil.

Porém, apenas as instituições que apresentaram projetos sociais e que cumpriram todas as exigências foram beneficiadas. Foi preciso apresentar diversos documentos para que a verba fosse liberada.

Receberam recursos a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE); Projeto Bola de Gude; Patronato; Associação de Amigos de São Judas Tadeu (AJUTA); Abrigo Casa do Caminho; Associação de Amigos de São João Batista (AJOB) e a Associação Bela Vista (ABEV).

Ao todo foi distribuída a quantia de R$ 42 mil para ajudar nos trabalhos dessas entidades, principalmente no final do ano, quando as despesas crescem, como explica Daniel Fioravante Barbosa, secretário municipal de Assistência e Desenvolvimento Social:
danbarbosa_fnd

Daniel Fioravante Barbosa
danbarbosa_fnd

Laudelina Ferreira de Oliveira, presidente do CMDCA, destaca a importância do fundo nos trabalhos desenvolvidos nas instituições que prestam relevantes serviços sociais voltados para a criança e o adolescente:
laudfrr_fnd

Laudelina Ferreira de Oliveira
laudfrr_fnd

Cíntia Lacerda, articuladora Social do Patronato, explica que os valores recebidos serão destinados ao pagamento do décimo terceiro salário de funcionários. Ela frisou a necessidade das empresas e dos cidadãos paraminenses contribuírem com o fundo e ajudarem as instituições:

Cíntia Lacerda
cintlcrd_fnd

fundo_ascls1
Todas as sete organizações sem fins lucrativos de Pará de Minas que receberam os recursos do Fundo Municipal da Criança e do Adolescente terão que prestar contas de como o dinheiro foi gasto.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!