Paraminense relata momentos de tristeza durante internação, mas celebra ter vencido a Covid-19

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

No início da pandemia, a Covid-19 era uma doença distante de Pará de Minas, que contaminou pessoas dos grandes centros urbanos. Conforme foi chegando ao interior do estado é que a população viu que a situação estava só piorando e que cada um deveria fazer sua parte.

Hoje, em Pará de Minas, já são 134 mortos em decorrência da doença, 3.188 pessoas infectadas e quase 16 mil notificações de suspeitas do novo coronavírus. Ou seja, a doença está aqui, levando parentes, amigos, e infectando cada vez pessoas mais próximas.

Este é quase o relato de um mecânico paraminense. Geraldo Magela do Nascimento contraiu o novo coronavírus e acredita que de uma pessoa que suspeitava estar com a doença, mas não fez nenhum exame. Dias depois do contato começou com os sintomas e fez o teste. O resultado foi positivo, foi orientado e ficou em isolamento domiciliar.

Mas o quadro piorou e ele teve que ser internado no Hospital Municipal Padre Libério:

Ascom Prefeitura de Pará de Minas / Divulgação

Geraldo Magela do Nascimento
geraldomncovid1

A situação dele piorou e foi transferido para o Hospital Nossa Senhora da Conceição. Inicialmente para a Enfermaria e depois para o leito semi-intensivo, com a respiração fraca e necessidade de aparelhos. Neste tempo no leito, presenciou momentos de tristeza:

Geraldo Magela do Nascimento
geraldomncovid2

Hoje, ele dá ainda mais valor à vida, depois de tudo que passou. E deixa um recado aos paraminenses:

Geraldo Magela do Nascimento
geraldomncovid3

Livre da Covid-19, Geraldo Magela do Nascimento agora trata as sequelas da doença. O pulmão dele ficou comprometido e hoje faz um tratamento para tentar ter a mesma disposição de antes:

Geraldo Magela do Nascimento
geraldomncovid4

E estudos comprovaram ainda no ano passado que os pulmões são os órgãos mais comprometidos após o paciente contrair o novo coronavírus. Em Pará de Minas, como o Portal GRNEWS adiantou, as empresas de imagem tem atendido dezenas de pessoas com sequelas da doença.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!