Casos confirmados de COVID-19 em Pará de Minas aumentam 20% em 24h; município ignora o Minas Consciente

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O boletim epidemiológico da COVID-19 em Pará de Minas divulgado na tarde segunda-feira, 27 de julho, assustou muitas pessoas, devido o salto de casos confirmados no fim de semana. Mas o informe desta terça-feira, 28 de julho, é ainda mais preocupante. O Portal GRNEWS teve acesso aos dados constatando aumento de 20% no número de pacientes que testaram positivo para a doença nas últimas 24 horas.

Ontem eram 137 casos confirmados e de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde esse número saltou para 164 casos confirmados do novo coronavírus em Pará de Minas nesta terça (28). Desde o início da pandemia foram notificados 1.402 casos suspeitos. Destes, 1.212 já se recuperaram dos sintomas gripais e outros 190 ainda estão em acompanhamento.

Já em relação aos confirmados, 136 já estão curados da doença. Outros 24 ainda apresentam sintomas, sendo que 16 estão em isolamento domiciliar e oito internados. Quatro óbitos estão confirmados na cidade e nenhum em investigação.

Dos testes realizados, tanto em pacientes com sintomas e em trabalhadores da saúde, 1.362 deram resultado negativo.

Com o aumento no número de casos, a população está preocupada. Além da cidade estar funcionando normalmente, com todo o comércio aberto, tem gente que ainda não acredita que a doença mata e finge estar vivendo em um mundo paralelo.

Na semana passada Pará de Minas publicou decreto aderindo ao plano Minas Consciente do governo estadual, dizendo que estava cumprindo ordem judicial.  Mas na prática isso não aconteceu. Por enquanto esta adesão está apenas no papel. É que o plano mostra que a região Oeste, da qual Pará de Minas faz parte, deveria estar apenas com o comércio essencial aberto, o que não está acontecendo.

O Comitê Gestor do Plano de Prevenção e Contingenciamento em Saúde da Covid-19 foi informado da adesão e que Pará de Minas não estava cumprindo as determinações do Minas Consciente, conforme determinou a justiça, mas também não fez nada para mudar a situação. De lá para cá os casos só aumentam, quatro mortes foram confirmadas e ao que parece quem determina as regras entende que está tudo bem.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!