Comitê decide autorizar reabertura de igrejas, restaurantes, lanchonetes e creches em Pará de Minas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Fundado através do Decreto nº 11.043 tendo caráter deliberativo, o Comitê Gestor do Plano de Prevenção e Contingenciamento em Saúde da COVID-19 é quem decide quais ações serão realizadas em Pará de Minas, e o que abre e fecha para evitar a propagação do novo coronavírus.

Participam do Comitê representantes da Prefeitura de Pará de Minas como o prefeito Elias Diniz (PSD), o procurador-geral do Município Hernando Fernandes da Silva, o secretário Municipal de Desenvolvimento Urbano Dimitri Gonçalves, e o de Saúde Wagner Magesty, além de representantes da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Câmara de Dirigentes Lojistas (CLD), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Câmara Municipal e Associação Empresarial de Pará de Minas (Ascipam).

Na tarde desta quinta-feira (28) mais uma reunião foi realizada e os participantes discutiram sobre vários assuntos relacionados a COVID-19. Entre eles a reabertura de creches, bares, restaurantes, lanchonetes, igrejas e o clube do tiro, tradicional na cidade, e a retomada de cursos profissionalizantes.

Os representantes discutem cada assunto, votam e só aí a decisão vai para o decreto, que ainda não foi publicado.

As creches retomarão o funcionamento para crianças de zero a três anos tomando os devidos cuidados de higienização, tanto do ambiente quanto dos profissionais, pais e crianças, como explica o prefeito Elias Diniz:

Elias Diniz
eliasdinreuniaocom280520


Os bares devem continuar fechados de acordo com deliberação do comitê, mas restaurantes e lanchonetes poderão ser reabertos. Porém, quem estiver nestes locais deverá manter distância de dois metros, o ambiente poderá ter apenas 40% da sua lotação máxima e o proprietário é responsável pela completa higienização do local. No caso dos restaurantes, o self-service deverá ser feito por um funcionário, e não o cliente:

Elias Diniz
eliasdinreuniaocom2805202

As igrejas também foram autorizadas a reabrir em Pará de Minas após a reunião do Comitê. Mas deverão manter equipamentos para higienização dos fiéis, distanciamento de ao menos dois metros e somente 40% da lotação máxima:

Elias Diniz
eliasdinreuniaocom2805203

Durante a reunião o secretário Municipal de Saúde Wagner Magesty noticiou que sete novos casos foram confirmados. Trabalhadores da obra de construção da adutora do Rio Pará, pela Vale, em Córrego do Barro, testaram positivo nesta quinta-feira (28) para a doença:

Wagner Magesty
wagnerdinreuniaocom2805204


O novo decreto municipal deve ser publicado na manhã de sexta-feira, 29 de maio. O documento vai apontar quando os estabelecimentos e templos poderão ser reabertos.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!