Equipe de monitoramento identifica alteração da água do Rio Paraopeba em Juatuba

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Os efeitos provocados pelo rompimento das barragens da mineradora Vale em Brumadinho continuam trazendo transtornos para muita gente. Além da tragédia que por enquanto já causou oficialmente dezenas de mortos e centenas de desaparecidos, também pode afetar o abastecimento de água em muitos municípios que captam água no Rio Paraopeba.

As equipes da concessionária Águas de Pará de Minas continua monitorando as águas do Rio Paraopeba, tanto na captação da empresa localizada no distrito de Córrego do Barro, como também em outros municípios que estão na rota da lama da Vale.

A assessoria de comunicação da empresa está emitindo notas informando como está a situação conforme dados repassados pela equipe responsável pelo monitoramento.

Na noite deste domingo, 27 de janeiro de 2019, a nota informa que “foram identificadas alterações nos padrões de qualidade da água bruta do rio Paraopeba na cidade de Juatuba/MG. A alteração é devido aos rejeitos resultantes do rompimento da barragem na cidade de Brumadinho, localizada na região metropolitana de Belo Horizonte. Devido à aproximação dessa água ao ponto de captação do Sistema de Abastecimento Paraopeba, localizado no distrito de Córrego do Barro.”

Acrescenta que “a concessionária manterá a população e imprensa informadas caso seja necessário interromper a captação da água bruta do Rio. Apesar da alteração percebida em Juatuba, durante todo o monitoramento e análises realizadas nesse domingo, não foi identificada nenhuma alteração nos parâmetros de qualidade da água no ponto de captação do Sistema Paraopeba.”

A nota cita ainda que “a concessionária está em contato com representantes da Vale e autoridades municipais, e está realizando ações para manter o abastecimento em toda a cidade. Águas de Pará de Minas orienta a população que continue utilizando água de forma consciente, sem desperdício, e informa que está à disposição para esclarecimentos pelo 0800 737 0422.”

No sábado (26), a concessionária emitiu duas notas sobre o assunto. Pela manhã informou que até aquele momento a captação de água do Sistema de Abastecimento do Paraopeba não havia sido atingida pelos rejeitos resultantes do rompimento da barragem em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte (RMBH).

Já no início da noite a concessionária emitiu outra nota dizendo que na tarde deste sábado (26) foram identificadas alterações nos padrões da qualidade da água bruta do Rio Paraopeba, na cidade de Mário Campos/MG, mas sem afetar a captação do Sistema de Abastecimento Paraopeba, no distrito do Córrego do Barro, em Pará de Minas.

Na tarde de sexta (25) o superintendente da concessionária Águas de Pará de Minas Thiago Contage Damaceno havia tranquilizado ao afirmar que ninguém precisa entrar em pânico, pois não há risco de desabastecimento mesmo se a captação tiver que ser suspensa no Distrito de Córrego do Barro.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!