Aperto: Apae de Pará de Minas contrai empréstimo subsidiado para conseguir pagar despesas fixas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


O ano de 2016 também não foi nada fácil para as entidades assistenciais em todo o país. Com recursos limitados devido à diminuição de repasses de verbas dos governos municipal, estadual e federal, os desafios foram enormes.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Entre as instituições que prestam relevantes serviços à população em Pará de Minas está a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae). Há anos vem sendo mantida a assistência às pessoas com deficiência.

Além de uma grande estrutura física, a Apae conta com uma competente equipe de colaboradores. Para que tudo seja mantido e não caia a qualidade dos serviços prestados é necessário investimento.

Por isso que a entidade sempre promove eventos beneficentes para angariar recursos que complementam o orçamento. Entre essas ações está o Show de Prêmios, que na última edição rendeu R$ 26 mil.

De acordo com Sérgio Sampaio Bezerra, da Apae de Pará de Minas, a conjuntura nacional complicada durante o ano afetou drasticamente todos os setores, inclusive a parte de assistência social.

Ele explica que todo começo de ano é um verdadeiro sufoco porque os repasses governamentais não acontecem e com isso é preciso firmar novas parcerias para suprir as despesas fixas:


Sérgio Sampaio Bezerra
apaesergiosampaiobezerra1

Ele revela que a Apae de Pará de Minas precisou contrair um empréstimo com juros subsidiados para garantir o funcionamento durante o começo do ano, quando as doações mensais sofrem uma queda:

Sérgio Sampaio Bezerra
apaesergiosampaiobezerra2

Atualmente a Apae de Pará de Minas emprega 150 funcionários e a folha de pagamento custa em média R$100 mil. Quem quiser ajudar a instituição poderá entrar em contato através do telefone: (37) 3232-1024.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!