Crise econômica provoca queda no número de candidatos à carteira de motorista

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

examedirecao_autoescola
Não há dúvidas de que a atual crise financeira que o país atravessa vem causando impactos em diversos setores da economia. Também foi registra uma diminuição da procura pelo processo de obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Em um ano, o número de pessoas que tentaram tirar carteira de motorista para a categoria B (automóvel) caiu 19,8% em Minas Gerais. Em 2014 foram 173.212 candidatos e no ano passado 138.818.

O setor registrou a primeira queda significativa dos últimos 15 anos, segundo o Sindicato dos Proprietários de Centros de Formação de Condutores do Estado de Minas (SiproCFC-MG).

Os dados acompanham os resultados negativos na venda de carros em todo Brasil, que apresentou retração de 26,5% durante o ano de 2015, provocada pela crise econômica.

Marcos Vinícius de Oliveira, proprietário da Autoescola Nacional, em Pará de Minas, confirma a procura menor pelo documento de habilitação. Segundo ele, até a marcação de exames de rua está bastante tranquila:
marcvin_cnh

Marcos Vinícius de Oliveira
marcvin_cnh1

O empresário destaca a importância dos trabalhadores serem habilitados para conseguir um emprego. Ele afirma que a grande maioria das empresas está exigindo a carteira de motorista para o exercício das funções:

Marcos Vinícius de Oliveira
marcvin_cnh2

O número de candidatos a carteira de habilitação para conduzir motocicletas também caiu, porém a redução foi menor em relação aos automóveis. No ano de 2015 foram inscritos 111.486 candidatos e em 2014 esse número chegou a 120.714. Trata-se de uma redução de 7,6%.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!