Falta fiscalização e pará-minenses reclamam de materiais de construção atrapalhando em calçadas e ruas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

entulho_construcao_cacamba1
Com as inúmeras construções que estão sendo executadas em Pará de Minas, o volume de materiais é cada vez maior nos canteiros de obras. Mas, é preciso tomar certas medidas de cautela para evitar dissabores futuros.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Infelizmente, grande parte dos construtores não se preocupa com o armazenamento correto dos materiais e acabam obstruindo os passeios. A prática fere o Código de Posturas do Município.

O problema está nos resíduos que são deixados depois que a construção terminou ou parou. A sujeira pode acumular animais peçonhentos como cobras e escorpiões e provocar poeira.

Além disso, o material ocupa um espaço que deveria estar disponível para os pedestres. Outro agravante é a possibilidade de entulhos nas portas das casas provocarem acidentes de trânsito.

De acordo com Domício Antônio Torres, gerente de Obras e Posturas do município, os pará-minenses precisam se conscientizar sobre a importância da limpeza da cidade, pois uma questão de saúde pública:
dmct_entlh

Domício Antônio Torres
dmct_entlh1

Ele também ressaltou que a população precisa ficar atenta para não enfrentar graves problemas com os restos de construções. Não existe um prazo para a retirada do entulho, mas é preciso ter bom senso e evitar problemas:

Domício Antônio Torres
dmct_entlh2

entulho_construcao_cacamba2
No caso de algum sinistro envolvendo o resto de material de construção, o responsável poderá ser multado em R$ 518,00 e responder a processo até na esfera criminal. Tudo por causa da negligência:

Domício Antônio Torres
dmct_entlh3

Os proprietários de lotes também precisam murar os terrenos e mantê-los limpo. Caso contrário, os responsáveis poderão ser autuados e multados. Denúncias sobre descarte irregular de entulhos em locais inapropriados ou de materiais de construção impedindo as calçadas podem ser feitas através do telefone (37) 3233-5609.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!