Pará-minenses podem ligar gratuitamente para o Disque Dengue e denunciar focos do mosquito

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

mosquito_dengue
O serviço gratuito Disque Dengue foi lançado pela Secretaria Municipal de Saúde como parte de um pacote ações que visam intensificar o combate aos focos de mosquito Aedes aegypti, transmissor da Dengue, Febre Chikungunya e Zika Vírus. Os esforços são necessários para evitar uma epidemia.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

No último Levantamento do Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa), o município de Pará de Minas registrou um índice de 6,9% de infestação do mosquito.

Se considerarmos que levantamento anterior indicou que o índice de infestação na cidade atingiu até 13,5%, pode se dizer que houve redução significativa, mas não suficiente. Longe disso. O índice de 6,9% ainda é muito alto tendo como base o recomendado pelo Ministério da Saúde – menos de 1%.

O Departamento de Vigilância Sanitária vem afirmando desde o ano passado que a infestação é preocupante e que a maior parte dos focos foi registrada na grande quantidade de reservatórios de água espalhados pelos quintais.

Muitos pará-minenses estocaram água em caixas devido ao racionamento que gerou grandes transtornos. Sem os devidos cuidados os reservatórios se transformaram em criadouros do mosquito transmissor da Dengue.

Mas de acordo com a Concessionária Águas de Pará de Minas a falta de água é coisa do passado. Representantes da concessionária já afirmaram que a população pode esvaziar os reservatórios, pois, o fantasma do racionamento foi afastado.

Enquanto a maior parte não se livra das caixas d’água nos quintais, a Secretaria Municipal de Saúde vem mantendo três equipes de fiscalização sanitária e estão sendo tomadas providências para ampliar o serviço. O cronograma prevê visitas a cada dois meses a todos os imóveis existentes no município.

Mas o poder público sozinho não consegue vencer esta guerra contra o mosquito. Mais de 80% dos focos estão nas residências. Por isso a população deve ajudar limpando seus imóveis e eliminar qualquer recipiente que possa armazenar água, servindo de criadouro do mosquito.

Outra ação é ligar gratuitamente para o Disque Dengue. As denúncias sobre os reservatórios de água parada ou focos do mosquito transmissor da doença em Pará de Minas podem ser feitas pelo Disque Dengue: 0800 940 94 02.

De acordo com o Departamento de Vigilância em Saúde, dezenas de denúncias chegam todos os dias pelo Disque Dengue e todas as informações são conferidas in loco pelos fiscais e concedido prazo para que os proprietários dos imóveis eliminem os focos do mosquito transmissor da doença.

A Prefeitura de Pará de Minas também vem realizando mutirões de limpeza em várias regiões da cidade. As equipes já passaram pelos bairros Dom Bosco e Providência. A partir de sexta-feira (29), o mutirão de limpeza será realizado na Vila Ferreira.

Os mutirões de limpeza são ações conjuntas das secretarias municipais de Saúde e de Obras e Infraestrutura. Os bairros são escolhidos como base no banco de dados da equipe da Saúde indicando onde a ação é mais urgente para combater o mosquito transmissor da Dengue.

Também continuam sendo executadas outras medidas importantes para reduzir o índice de infestação do Aedes aegypti em Pará de Minas, com a aplicação do UBV costal para matar os mosquitos adultos.

No Pronto Atendimento Municipal José Porfírio de Oliveira, localizado no bairro Senador Valadares, foi montada uma equipe especializada na assistência aos pacientes com suspeita de Dengue. Todos os postos de saúde possuem o soro hidratante e o medicamento Paracetamol, ambos indicados para o tratamento.

Além disso, o prefeito de Pará de Minas e presidente da Associação Mineira de Municípios (AMM), Antônio Júlio de Faria, e o secretário municipal de Saúde, Cléber de Faria Silva se reuniram recentemente com o vice-governador de Minas Gerais, Antônio Andrade, para discutir questões relacionadas ao combate à Dengue.

O Governo de Minas Gerais também prometeu liberar nos próximos dias cerca de R$ 30 milhões para ajudar os municípios a combater o mosquito no estado. Desse total, Pará de Minas deverá receber aproximadamente R$ 177 mil.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!