Águas de Pará de Minas investe R$ 200 mil para desassorear lagoa do Eldorado; vizinhos querem parque no local

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Desde julho de 2017, a lagoa localizada entre os bairros Eldorado e Recanto a Lagoa, passa por um processo de revitalização. O projeto é fruto de parceria entre AMA Pangéia, Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) na Comarca de Pará de Minas, Prefeitura e Águas de Pará de Minas.


Na primeira etapa foi retirada a vegetação aquática conhecida como taboa. Em seguida foi feito esgotamento da lagoa, onde os paraminenses ajudaram pescando as mais variadas espécies de peixes.

Depois foi iniciado, em julho deste ano, o desassoreamento onde todo o barro que se acumulou ao longo dos anos foi retirado e isso ajuda no fluxo da água. O trabalho teve seus altos e baixos, com muitas reclamações de moradores que estavam questionando a demora no término da obra e a sujeira que ficava pelas ruas do bairro.


Mas enfim, chegou o momento tão esperando. Na manhã desta terça-feira, 24 de setembro, foi concluído o processo de desassoreamento da lagoa do Eldorado, que está liberada para as próximas etapas.

A Águas de Pará de Minas investiu R$ 200 mil. Foram cerca de 10 mil caminhões de barro e outros compostos retirados de dentro da lagoa. A concessionária pagou pelo aluguel do maquinário utilizado e a Ama Pangéia gerenciou todo o cronograma, como explica o superintendente da concessionária Rodrigo Assad Macool:


Rodrigo Assad Macool
rodrigoassadlagoaeld1

O presidente da AMA Pangeia Kenede Antônio dos Reis agradeceu pela parceira com a Águas de Pará de Minas e espera que o local seja revitalizado também no entorno com a instalação de um parque para que os paraminenses tenham mais uma opção de lazer:


Kenede Antônio dos Reis
kenedeantoniolagoaeld1

O barro retirado da lagoa foi despejado em propriedades e áreas públicas, pois pode ser reaproveitado como adubo orgânico. José Geraldo Fernandes mora próximo à lagoa e está satisfeito com o resultado:


José Geraldo Fernandes
josegeraldolagoaeld1

Os peixes menores que foram retirados da lagoa Parque do Bariri no domingo (22) serão soltos na lagoa do Eldorado, conforme informações do vice-prefeito e secretário municipal de Meio Ambiente, José Porfírio de Oliveira Filho (PV).


A Prefeitura de Pará de Minas anunciou o projeto para transformar a área no bairro Eldorado em um parque com espaço infantil, teatro em área aberta e uma pista de caminhada. Mas sem dinheiro não é possível iniciar a obra estimada inicialmente em R$540 mil, por isso a expectativa é que o setor social do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprove o projeto e libere o recurso financeiro.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!