Indefinição em relação aos exames toxicológicos causa prejuízos aos profissionais do volante

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

carreta_transporte
A exigência da realização do exame toxicológico para a obtenção e renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) nas categorias C (caminhão), D (ônibus) e E (veículo com dois reboques) continua vigorando no estado de Minas Gerais.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

De acordo com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MG), a liminar que suspendia a determinação foi revogada pela Justiça Federal. Os condutores deverão procurar os laboratórios credenciados.

A listagem com todas as empresas aptas a realizar os exames pode ser verificada no site do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). O procedimento mostra se caminhoneiros e motoristas que transportam passageiros usaram drogas nos últimos três meses.

A regra deveria ter entrado em vigor em todo o país desde o dia 2 de março. Entretanto, o Detran-MG decidiu seguir uma recomendação do Ministério Público Estadual para que não seguisse a nova regra.

O Denatran chegou a bloquear o sistema para emissão de carteiras de Minas Gerais. A situação só foi revertida no dia 13 de abril, quando a Justiça Federal desobrigou, temporariamente, o estado a realizar o exame.

De acordo com Francisco Ferreira Borges, presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Transportes, o país vem caindo em um descrédito total devido aos desmandos das autoridades:

Francisco Ferreira Borges
frncsbg_exm1

O sindicalista lembrou que no passado foi exigida a compra de um kit de primeiros socorros e a troca e manutenção de extintores de incêndio. Todas as exigências acabaram prejudicando os proprietários de veículos:

Francisco Ferreira Borges
frncsbg_exm2

A realização do exame toxicológico vem causando grandes transtornos para os profissionais do volante. Francisco Ferreira Borges ressalta que as empresas ficam sem a mão de obra por causa da indefinição:

Francisco Ferreira Borges
frncsbg_exm3

O exame toxicológico deve ser feito em laboratórios devidamente credenciados. Os motoristas profissionais devem ficar atentos ao prazo de validade da carteira de habilitação e começar a renovação bem antes.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!