No período frio também é preciso usar filtro solar para proteger a pele, alerta dermatologista

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

No verão é comum observamos pessoas passando protetor solar várias vezes ao dia. Mas é no frio que muita gente esquece dessa proteção e vê um resultado não tão agradável alguns anos depois.

Mesmo no inverno a incidência de raios UVB, que são aqueles que atingem as camadas mais superficiais da pele, e os UVA, que chegam às mais profundas e causam o envelhecimento precoce, se mantêm praticamente a mesma dos dias ensolarados.

A radiação solar é responsável por vários sinais na pele como flacidez, manchas, melasmas, queimaduras e até mesmo o câncer.

Os raios ultravioletas continuam até mesmo no tempo nublado e é imprescindível se proteger, como afirma a dermatologista Márcia Carneiro que ainda dá dicas de como escolher o protetor solar:


Márcia Carneiro
marciacarneiroprotetor1

O ideal é utilizar protetor fator 30, mas segundo a dermatologista quem faz algum tratamento de pele ou tem manchas deve escolher um acima deste valor. É que quanto mais proteção na pele, mais bonita ela fica e com menos lesões:

Márcia Carneiro
marciacarneiroprotetor2

Márcia Carneiro lembra ainda das roupas que já vem com protetor. Isso mesmo. Elas foram lançadas há alguns anos e protegem dos raios UVA e UVB. Chapéus e bonés também são indicados para não ficar exposto ao sol:

Márcia Carneiro
marciacarneiroprotetor3

Apenas para relembrar, é importante evitar ficar exposto ao sol no período entre 10 e 16 horas e aplicar o protetor solar na pele a cada duas horas.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!