Sindicato continua negociando e presidente diz que Turi ofereceu reajuste fora da realidade

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

No dia 9 de abril os trabalhadores da Turi Transportes, que presta o serviço de transporte público em Pará de Minas, cruzaram os braços. Eles reivindicam um reajuste salarial compatível ao de cidades do mesmo porte, como Itaúna.

Sem acordo ou negociação, eles fizeram a paralisação durante toda a terça-feira. A empresa então acionou a Justiça do Trabalho e uma audiência aconteceu no fim da tarde do dia 9 de abril em Belo Horizonte.

No encontro, a Justiça solicitou que durante a greve 60% dos ônibus trafegassem no horário de pico. Porém o Sindicato junto aos trabalhadores decidiu voltar ao trabalho e tentar negociar.

Reuniões foram realizadas desde então e até agora nada ficou definido. A Turi teria oferecido um reajuste de 3,5% o que não foi aceito pelos profissionais.

Agora o Sindicato dos Trabalhadores no Transporte Rodoviário quer um reajuste compatível e melhores condições de trabalho como afirma o presidente Francisco Ferreira Borges:


Francisco Ferreira Borges
franciscoacordo1

Como a empresa não se posicionou sobre nova proposta ou um acordo coletivo é o Sindicato quem vai acionar a Justiça do Trabalho para uma nova audiência. Se nada ficar definido o presidente não descarta nova paralisação:

Francisco Ferreira Borges
franciscoacordo2

Francisco Ferreira Borges não é a favor de paralisações como a que ocorreu no início do mês, pois prejudica principalmente os usuários. Explica que não há negociações com a Turi e este é o único caminho encontrado pelos trabalhadores:

Francisco Ferreira Borges
franciscoacordo3

Falando em transporte público municipal, o prefeito Elias Diniz (PSD) anunciou nesta semana que em breve o edital para licitação que escolherá a empresa para prestar o serviço em Pará de Minas será publicado.

Resta aguardar para saber quantas empresas se apresentarão como interessadas em prestar este serviço na cidade. No edital, segundo informações da própria administração municipal, há vários requisitos exigidos para que a empresa ganhadora cumpra, como wi-fi nos ônibus, aplicativo com horários e rotas e veículos novos que tenham condições de trabalhar energia alternativa.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!