Assassinato do advogado Arthur Wallace: Polícia Civil ainda aguarda resultado de laudos periciais

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

assassinato_recnt3
No dia 30 de junho ocorreu um crime que chocou a população de Pará de Minas. O advogado Arthur Wallace Barbosa Vieira, de 45 anos, foi assassinado com seis tiros na esquina da rua José Correia de Amorim Neto, no bairro Recanto da Lagoa.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Durante o atendimento a ocorrência a Polícia Militar recebeu poucas informações sobre o crime. Segundo dados preliminares, indivíduos suspeitos teriam cometido o assassinato e entrando em um carro de cor prata.

O caso continua sendo investigado pela Polícia Civil de Pará de Minas e todos os indícios relacionados ao crime vêm sendo analisados. O inquérito policial está colhendo depoimentos de testemunhas e laudos periciais.

De acordo com Carlos Henrique Gomes Bueno, delegado titular da Delegacia Regional de Polícia Civil em Pará de Minas, todas as informações necessárias estão sendo levantadas para que a linha de investigação seja concluída com êxito e tudo seja esclarecido:

Carlos Henrique Gomes Bueno
carlhenr_adv1

Sobre o depoimento de Luiz Henrique Romão, o Macarrão, que estava sendo defendido pelo advogado assassinado, o delegado informou que ele negou qualquer participação no crime. Todos os clientes de Arthur Wallace serão ouvidos pela Polícia Civil:

Carlos Henrique Gomes Bueno
carlhenr_adv2

Macarrão está cumprindo pena no regime semi-aberto da Penitenciária Dr. Pio Canedo, em Pará de Minas. Ele foi condenado pelo envolvimento no assassinato da modelo Elisa Samúdio, ex-namorada do goleiro Bruno.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!