Reforço no combate a Dengue: novos agentes começam a trabalhar em Pará de Minas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O Departamento de Combate a Endemias da Secretaria Municipal de Saúde recebeu nesta segunda-feira, 22 de abril, oito novos agentes que atuarão no combate ao mosquito Aedes aegypti, que já fez dezenas de vítimas em Pará de Minas.

Os profissionais passaram no Processo Seletivo Simplificado realizado em 1º de julho de 2018, em seguida foram aprovados no teste de aptidão física que testou a resistência deles e apresentaram a documentação exigida. Além disso, passaram por uma capacitação que é um dos pré-requisitos para assumirem o cargo na administração municipal.

Nesta semana eles iniciaram o trabalho nas ruas da cidade. O diretor de Controle de Saúde Wander da Silva Rodrigues afirma que será um importante reforço no trabalho de prevenção e combate ao mosquito transmissor da Dengue, Febre Chikungunya e Zika vírus:


Vander da Silva Rodrigues
vandernovosagentes1

Vander da Silva Rodrigues destaca que a Vigilância em Saúde continua multando as pessoas que insistem em manter lotes e quintais sujos e com materiais que acumulam água. Já foram 15 autuações registradas. Ele garante que a maioria dos focos do mosquito está dentro das residências:

Vander da Silva Rodrigues
vandernovosagentes2

Outro problema encontrado é quanto aos imóveis fechados, mas segundo Vander Rodrigues as pessoas aos poucos tem se conscientizado. Sobre os novos agentes, o diretor acredita que eles chegam para trabalhar preparados, pois participaram de palestras e cursos de capacitação:

Vander da Silva Rodrigues
vandernovosagentes3

No próximo mês o município deve realizar novo Levantamento Rápido do Índice de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa) e saberá se todas as ações tem mesmo surtido efeito na cidade e o que mais pode ser feito. Em novembro de 2018 o resultado foi 2% de infestação e em janeiro de 2019 o índice subiu para 2,4%.

O município de Pará de Minas enfrenta um surto de Dengue. Até a terça-feira, 16 de abril, havia sido notificados 551 casos suspeitos da doença, dos quais 38 foram confirmados.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!