Antônio Júlio diz que novo cemitério de Pará de Minas ainda não tem modelo definido

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

ceminterio_finados1
Continua indefinida a construção de um novo cemitério em Pará de Minas. Enquanto isso a situação vem se agravando cada vez mais. A preocupação é com o esgotamento do Cemitério Santo Antônio, que atende a demanda de sepultamentos há décadas.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

A prefeitura já adquiriu um terreno no Bairro Nossa Senhora de Fátima para construir o cemitério parque. Os projetos de licenciamento ambiental e da estrutura física já foram elaborados e aprovados.

A área de 40 mil metros quadrados deverá ser utilizada e a expectativa é de atenda o município durante os próximos 25 anos. A Câmara Municipal já discutiu e votou todos os projetos em torno da questão.

O prefeito Antônio Júlio de Faria explicou que o grande entrave está na definição do modelo administrativo do novo cemitério que seja benéfico para o município e a iniciativa privada, pois o projeto prevê a terceirização do serviço:

Antônio Júlio de Faria
antjul_nvcmtr1

Ele revela que encaminhará um projeto a Câmara Municipal pedindo autorização para contatar os proprietários de túmulos no cemitério Santo Antônio que não tem registro. O objetivo será a utilização desse espaço, caso os donos não se manifestem:

Antônio Júlio de Faria
antjul_nvcmtr2

Em princípio exista a pretensão era firmar uma Parceria Pública Privada (PPP) entre a Prefeitura de Pará de Minas e uma empresa do ramo funerário. Mas, as questões legais e administrativas ainda estão sendo estudadas para que tudo seja definido.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!