Presidente do CBH-Pará confirma crise hídrica no rio que abastecerá Pará de Minas em 2020

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Uma notícia divulgada no dia 17 de outubro deixou muita gente preocupada. O Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam) declarou oficialmente a situação crítica de escassez hídrica no Rio Pará. As vazões estão abaixo de 70% do nível de referência, o que exigiu mudanças rápidas.

Para minimizar os impactos da seca, o Igam aplicou uma medida que será válida até 30 de novembro. Os 36 usuários com autorização para tirar água no rio terão que reduzir até 50% da captação diariamente.

A população de Pará de Minas também está preocupada com a situação. Após o rompimento da barragem da Mineradora Vale S.A., em Brumadinho, afetando diretamente o rio Paraopeba, onde a cidade captava água, restou à construção de nova adutora no Rio Pará.

As obras iniciaram e a captação deve começar em julho de 2020. Com a escassez resta saber se será possível trazer água do rio até a Estação de Tratamento de Água (ETA) localizada no bairro Nossa Senhora das Graças em Pará de Minas.

A vazão do rio vem diminuindo a cada ano devido ao consumo que só aumenta. Sobre esta crise hídrica, a reportagem do Portal GRNEWS ouviu o presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Pará (CBH-Pará). José Hermano de Oliveira Franco garante que a população deve se conscientizar para preservar os mananciais:


José Hermano de Oliveira Franco
josehermanoescasriopara1

Quanto a Pará de Minas ele espera que agora, vendo de perto os problemas envolvendo a crise hídrica, o Município crie medidas de preservação e novas estratégias para os mananciais. O comitê também pretende traçar metas e cobrar dos usuários de água:

José Hermano de Oliveira Franco
josehermanoescasriopara2

Conforme a deliberação do Igam, os usuários que captam água para consumo humano ou abastecimento público deverão reduzir em 20% o volume diário. Ou seja, caso Pará de Minas já tivesse a adutora em pleno funcionamento, a captação para o município seria reduzida.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!