Crise na saúde de Pará de Minas será discutida durante audiência pública na Câmara Municipal

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


A crise econômica que o Brasil vem enfrentando tem causado graves problemas, especialmente na saúde pública. Os recursos estão cada vez mais escassos e os repasses da União e dos Estados não tem sido suficientes.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Para muitos, um verdadeiro caos social vem acontecendo no país devido aos problemas políticos, denúncias de corrupção e redução da atividade econômica. O mercado financeiro também reage a tantos problemas.

Em Pará de Minas a situação não é diferente e como já é de conhecimento de toda a população, o Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC) acumulou uma dívida gigantesca nos últimos anos.

A diretoria do único hospital do município, que também atende os pacientes da microrregião, explicou que existem atrasos nos repasses da Rede-Resposta da Secretaria de Estado da Saúde. Já o Governo Federal não corrige a defasagem da tabela do Sistema Único de Saúde (SUS) há 15 anos enquanto os custos só aumentam. O município também tem feito alguns repasses, porém que não são regulares.

No entanto, o prefeito Elias Diniz (PSD) informou que foram repassados R$ 460 mil para a instituição de saúde esta semana, sendo R$ 200 mil do Estado e R$ 260 mil do município. Disse também que firmou um convênio com o HNSC e honrará o pagamento de R$ 170 mil mensais de subvenção, conforme aprovado pela Câmara Municipal.

Por outro lado o administrador do Hospital Nossa Senhora da Conceição, Renato Vasconcelos, afirmou que o problema da entidade não é gestão e sim falta de dinheiro. Disse ainda que para prestar serviços normalmente, a Prefeitura de Pará de Minas precisaria repassar no mínimo R$ 500 mil mensais.

Em meio a tantas informações de todas as partes envolvidas e o sofrimento relatado pelos usuários que enfrentam problemas para receber atendimento precário na rede de saúde pública de Pará de Minas, o Poder Legislativo Municipal decidiu realizar uma audiência pública dia 3 de maio para esclarecer todos os fatos e discutir soluções para os problemas da saúde pública.

O encontro foi proposto pelo vereador Marcus Vinícius Rios Faria (PMDB), durante a reunião Ordinária realizada na noite de segunda-feira, 17 de Abril. Ele considera importante esta iniciativa por parte da Comissão de Saúde do Legislativo:

Marcus Vinícius Rios Faria
marcusvinicius_aud

O vereador Ênio Talma Ferreira de Rezende (PSDB), presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal, ressalta a necessidade de encontrar uma solução urgente para os problemas da área de saúde e evitar o fechamento do HNSC:

Ênio Talma Ferreira de Rezende
eniotalma_aud


O vereador Márcio Lara (PTC), que também integra a Comissão de Saúde, falou que a população paraminense precisa aproveitar esta oportunidade e participar do evento, Na ocasião poderão apresentar críticas e sugestões para o poder público municipal:

Márcio Lara
mariolara_aud

De acordo com Mário Justino da Silva (PRB), presidente da Câmara Municipal de Pará de Minas, a audiência pública para discutir a crise na saúde será realizada dia 3 de maio, a partir das 18h30min. Toda a população está convidada a participar ativamente:

Mário Justino da Silva
mariojustino_aud

Durante a audiência pública serão realizados debates sobre os problemas da saúde de Pará de Minas. As pessoas que quiserem participar com perguntas e sugestões poderão se inscrever antecipadamente.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!