Secretário explica porque prefeito não permaneceu no HNSC e foi transferido para hospital em BH após sofrer AVC

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Na manhã de segunda-feira, 18 de novembro, os paraminenses forma surpreendidos com a notícia que o prefeito Elias Diniz (PSD) havia sido levado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) para o Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC).

A reportagem do Portal GRNEWS acompanhou toda a situação, desde a chegada da ambulância ao estacionamento da Prefeitura de Pará de Minas ao atendimento do prefeito no HNSC.

A princípio cogitou-se a possibilidade de um infarto, já que o prefeito possui diagnóstico de hipertensão. Após vários exames realizados no HNSC ficou confirmado o Acidente Vascular Cerebral (AVC). Rapidamente ele foi transferido para o Hospital Felício Rocho, na capital mineira, que é referência em neurocirurgia no estado e desde então passa por exames para um diagnóstico mais preciso e consequentemente, o tratamento mais adequado para sua situação, conforme publicado pelo Portal GRNEWS.

Porém, nas redes sociais, muita gente questionou o motivo do paciente não ter passado primeiro pela Unidade de Pronto Atendimento (UPA), para depois ser encaminhado e atendido por um especialista da cidade e ser tratado no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do HNSC.

Sobre isso o secretário Municipal de Saúde, Wagner Magesty explica que o caso do prefeito é de alta complexidade e o hospital de Pará de Minas atende situações de média complexidade:

Wagner Magesty
wagnersitelias1


Wagner Magesty também disse a reportagem do Portal GRNEWS que há meses o HNSC vem trabalhando para implantar na cidade um centro neurológico. Algumas conversas já aconteceram e agora todas as informações serão colocadas no papel para analisar a viabilidade:

Wagner Magesty
wagnersitelias2

Também apuramos que o prefeito está no CTI do Hospital Felício Rocho e segundo médicos, o quadro é estável. Ele teve um AVC hemorrágico e pelas próximas 24 horas deverá ser acompanhado de perto pelos profissionais. Enquanto estava no HNSC ele fez uma tomografia e outro exame foi realizado quando chegou a Belo Horizonte. O resultado mostrou que o coágulo de sangue permanecia do mesmo tamanho de quando passou mal em seu gabinete.

O hospital da capital mineira informou que um boletim médico sobre o estado de saúde do prefeito Elias Diniz será divulgado às 11 horas desta terça-feira, 19 de novembro.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!