Dentistas cruzam os braços mais uma vez por melhores condições de trabalho; secretário negocia com a categoria

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Os dentistas que atuam na rede municipal de saúde estão paralisados durante toda esta semana. A reivindicação deles é antiga: querem melhores condições de trabalho; acessibilidade na Policlínica Municipal Nossa Senhora da Piedade; ajuste da carga horária de trabalho e alterações na estrutura física do local, que está precária e até hoje não possui alvará sanitário de funcionamento.

No dia 17 de junho deste ano, o Portal GRNEWS acompanhou a primeira paralisação dos odontólogos. Vestidos de preto, com nariz de palhaço e cartazes e faixas, eles mostraram sua indignação frente à não resolução da Secretaria Municipal de Saúde em relação aos pedidos.

No mesmo dia, o prefeito Elias Diniz (PSD) se posicionou sobre o assunto e disse que algumas das solicitações dos profissionais não podem ser atendidas porque estão fora da legislação vigente. Mas garantiu que um projeto que alteraria o Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos, seria enviado à Câmara em poucos dias para ser votado pelos vereadores.

Dias depois a presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Municipal de Pará de Minas (SITRASERP) Tânia Valeriano Chaves concedeu entrevista ao Portal GRNEWS e disse que apoia o protesto dos profissionais da saúde, que lutam pela valorização salarial.

Ainda insatisfeitos, no dia 27 de junho, médicos e dentistas concursados da Prefeitura fizeram graves denúncias. Segundo eles, algumas Unidades Básicas de Saúde (UBS) estão em situação precária. Salas sujas, acumulando materiais e equipamentos, infiltrações e animais, como calangos e baratas. Sem contar que a maioria destas unidades também não conta com alvará de localização ou até mesmo sanitário, que é expedido pela própria Prefeitura.

Em outubro o Portal GRNEWS voltou a noticiar a situação, que ganhou novos capítulos. O Conselho Regional de Odontologia visitou a Policlínica e fez uma lista do que precisaria ser alterado e deu prazo para execução de 30 dias. Inclusive o Conselho Municipal de Saúde (CMS) recomendou ao Município que readeque e regulamente a carga horária dos cirurgiões-dentistas e médicos especialistas, para não haver prejuízos à qualidade da atenção à saúde.

Mas infelizmente, até agora, nada foi solucionado para estes profissionais, que temem que a situação piore. Natália Nogueira Coutinho explica que os profissionais conversaram com o atual secretário Wagner Magesty, mas nenhum posicionamento favorável às reivindicações foi dado.

Foto: Natália Nogueira Coutinho

Quanto à estrutura física, ela garante que a situação está complicada e não ter o alvará de funcionamento, só aumenta a preocupação dos profissionais e principalmente da população:

Natália Nogueira Coutinho
natalianogparalisadent1


A dentista explica que para evitar parar as atividades, mesmo em situação precária, os atendimentos continuaram. Mas a situação chegou ao ponto que para evitar maiores danos, a paralisação foi a decisão acertada entre todos os profissionais:

Natália Nogueira Coutinho
natalianogparalisadent2

Outra reivindicação dos profissionais é quanto à insalubridade. Os dentistas têm direito a receber adicionais por causa do contato com agentes prejudiciais à saúde. Mesmo com a decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST) que dá direito aos odontólogos, em Pará de Minas, eles não recebem o valor e não tem um laudo em relação a isso para ajudar na aposentadoria, como denuncia o dentista Leandro Freitas:

Leandro Freitas
leandrofreitasparalisadent1


Leandro Freitas tranquiliza a população garantindo que os casos urgentes serão atendidos nesta semana:

Leandro Freitas
leandrofreitasparalisadent2

O Portal GRNEWS conversou com o secretário Municipal de Saúde Wagner Magesty. Ele garantiu que junto ao setor jurídico da Prefeitura, analisa a situação, e pede paciência aos profissionais para que um acordo seja feito:

Wagner Magesty
wagnermagestyparalisadent1

As consultas e tratamentos agendados para esta semana serão remarcados, de acordo com os profissionais. O paciente que tiver agendado um serviço irá receber a ligação de um servidor da Secretaria Municipal de Saúde.

Foto: Natália Nogueira Coutinho

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!