Servidor não pode continuar pagando a conta para manter equilíbrio do caixa da prefeitura, diz sindicalista

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

A notícia sobre o reajuste no salário dos servidores públicos deixou muitos trabalhadores do Município felizes. Mas o Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público (SITRASERP), que representa a categoria, não gostou muito da ideia. É que o salário dos servidores, segundo dados do sindicato, está defasado em pouco mais de 38%, devido a gestões anteriores não terem feito correções necessárias.

Por isso, é preciso além da revisão, um aumento real no salário dos servidores.

Além de solicitar 5,45% de revisão geral anual dos servidores, o SITRASERP pediu que a prefeitura pague aos funcionários o piso salarial de cada categoria.

Ao Portal GRNEWS, a presidente do SITRASERP Tânia Valeriano Chaves Leite contou que antes de protocolar o projeto na Câmara, o prefeito Elias Diniz (PSD) esteve reunido com representantes do sindicato e ouviu as demandas dos servidores municipais. Ela está preocupada com a revisão salarial que considerada pequena, devido à inflação de produtos e serviços:


Tânia Valeriano Chaves Leite

tanivalchaleireajsal1

Tânia Valeriano Chaves Leite disse ainda que o servidor não pode continuar com o salário tão defasado, como está há anos:

Tânia Valeriano Chaves Leite
tanivalchaleireajsal2

O projeto de lei enviado pelo Executivo reajusta também os salários do prefeito, vice-prefeito e secretários municipais com o mesmo índice de 4,52%.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!