Prazo para granjas se adequarem as normas de biossegurança contra a gripe aviária termina em fevereiro

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


Em junho de 2017 o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) promoveu uma força-tarefa em todas as granjas da região de Pará de Minas. A equipe contou com o trabalho de 20 médicos-veterinários.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

O objetivo dos fiscais era verificar o cumprimento das normas de biossegurança estabelecidas desde o ano de 2007 pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), para combater o vírus Influenza.

O objetivo é fazer com que as propriedades tenham todos os sistemas de segurança para evitar que as aves sejam contaminadas pelo vírus da gripe. Um surto da doença traria grandes prejuízos para os produtores, o governo e a economia.

As exigências da Instrução Normativa 08/2017 deverão ser cumpridas pelos avicultores até este mês. Caso a legislação não seja atendida dentro do prazo as granjas estarão impedidas de alojar os frangos.

De acordo com Gustavo Ribeiro Fonseca, fiscal agropecuário do IMA, já foram promovidas duas forças-tarefas e os produtores foram alertados. No próximo mês será realizada uma nova visita e os irregulares terão no máximo 30 dias para se adequar as normas:


Gustavo Ribeiro Fonseca
forcatarefadoimagustavo1

Informa que em um universo de 230 granjas de aves na região de Pará de Minas, apenas 10% estavam com dificuldades de atender as normas de biossegurança. Cada caso vem sendo analisado e os avicultores estão trabalhando para sanar os problemas:

Gustavo Ribeiro Fonseca
forcatarefadoimagustavo2

A próxima força-tarefa do IMA acontecerá no mês de março. O dia exato ainda não foi definido pelo órgão e a expectativa é de que os granjeiros estejam cumprindo todas as exigências legais.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!