Prefeito quer dinheiro da Câmara para HNSC e presidente diz que verba disponibilizada nunca foi procurada

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


Há alguns meses a Câmara Municipal de Pará de Minas sinalizou a possibilidade de repassar uma verba mensal de R$ 40 mil para a prefeitura repassar ao Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC).

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

O objetivo do Poder Legislativo era utilizar a economia dos recursos e ajudar a instituição de saúde com os custos. A proposta foi muito bem aceita pela população paraminense, mas até o momento não foi concretizada.

O tempo passou e a diretoria do único hospital do município encerrou os plantões alegando crise financeira. As negociações entre a entidade e a Secretaria Municipal de Saúde não chegaram a um denominador comum.

O HNSC entrou na Justiça contra a prefeitura cobrando os repasses de subvenções atrasadas. O prefeito Elias Diniz (PSD) decidiu então suspender os pagamentos de R$ 170 mil mensais até que o processo seja finalizado.

O impasse continuou e o chefe do Poder Executivo Municipal chegou ao extremo de publica um decreto de interdição no HNSC. Desde a semana passada a unidade vem sendo gerida por um interventor e uma comissão.

Os plantões médicos de urgência e emergência foram retomados. Nesta sexta-feira, 17 de novembro, Elias Diniz ressaltou a importância de todo os parceiros ajudarem na solução da crise do HNSC.

Ele solicitou a todos os vereadores, em especial o presidente da Câmara Municipal Mário Justino da Silva (PRB), que se sensibilize com a causa e encaminhe os R$ 40 mil mensais para a unidade de saúde:


Elias Diniz
verbadacamaraelias

Questionado sobre a reivindicação do prefeito, o presidente da Câmara Municipal Mário Justino da Silva disse que o Legislativo sempre foi parceiro da prefeitura em todos os projetos. Acrescentou que até o momento os R$ 40 mil não foram procurados pelo gestor e os motivos dessa postura são desconhecidos:


Mário Justino da Silva
verbadacamaramario1

Reiterou que a Câmara Municipal não pode guardar recursos financeiros para serem repassados para a prefeitura. Explicou que a sede do Legislativo está em obras e as verbas estão sendo investidas na edificação:

Mário Justino da Silva
verbadacamaramario2

As obras na Câmara Municipal de Pará de Minas estão sendo executadas em cumprimento à determinação do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) para atender as exigências da lei de acessibilidade e sinalização no prédio.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!