Processo de Beatificação de Padre Libério continua sendo analisado pelo Vaticano

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


No dia 22 de março de 2017 a Diocese de Divinópolis entregou a Congregação para a Causa dos Santos, sediada em Roma, na Itália, toda a documentação necessária para o trâmite do processo de beatificação do servo de Deus Padre Libério Rodrigues Moreira.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Com isso foi concluída a etapa inicial para reconhecimento da heroicidade das virtudes do servo de Deus Padre Libério. Este trabalho foi finalizado no dia 13 de novembro de 2016 durante missa celebrada na Catedral do Divino Espírito Santo, em Divinópolis.

Desde então os católicos continuam rezando e aguardando notícias sobre o andamento do processo de beatificação do Servo de Deus Padre Libério que está tramitando na sede da Igreja Católica Apostólica Romana, no Vaticano.

A beatificação é um passo no processo de canonização. Nele o papa autoriza a veneração pública da pessoa na igreja local, na congregação religiosa onde ela era associada e em outros lugares.

Antes devem ser analisados cuidadosamente os fatos históricos da vida do candidato, comprovando que ele praticou as virtudes cristãs e mostrar que os fiéis o consideram um santo e por isto é digno de veneração.

O processo tem dois estágios. O primeiro é a chamada fase diocesana, de responsabilidade da Igreja local onde o candidato viveu. O trabalho fica sob a autoridade do bispo local e assistido por um postulador.

Uma vez que a fase diocesana é aberta, o candidato pode ser referido como um Servo de Deus. Neste caso específico, Padre Libério já foi reconhecido como Servo de Deus.

A segunda fase é a romana. Os resultados da fase diocesana são transferidos para a Congregação para a Causa dos Santos (CCS), por meio de um ofício ao Vaticano, para estudos e valutação.

Após os estudos feitos por um grupo de teólogos e uma comissão de Cardeais e bispos, a CCS apresenta os seus resultados ao papa. Com isso o líder da Igreja Católica define o resultado final do processo.

O vigário titular da Forania Nossa Senhora da Piedade e auxiliar da Paróquia de São Francisco em Pará de Minas, padre Ydecy Ferreira Santos, não tem conhecimentos sobre o andamento do processo. Entretanto, ele afirma que este silêncio do Vaticano é uma boa notícia:

Ydecy Ferreira Santos
padreydecypadreliberio1


Padre Ydecy Ferreira Santos é membro da equipe da Diocese de Divinópolis que trabalha nesta causa pela beatificação de Padre Libério, afirma que a próxima fase ai avaliar milagres atribuídos ao sacerdote após sua morte. Enquanto isso, é preciso aguardar e continuar com as orações e acreditando que virá uma boa notícia do Vaticano:

Ydecy Ferreira Santos
padreydecypadreliberio2

O processo de beatificação do servo de Deus Padre Libério Rodrigues Moreira foi aberto pelo então bispo da Diocese de Divinópolis dom Tarcísio Nascentes dos Santos e prossegue muito bem conduzido pelo bispo dom José Carlos de Souza Campos.

Outro ponto relevante, é que a documentação deste processo de beatificação do servo de Deus Padre Libério Rodrigues Moreira está sendo utilizada pela Congregação para a Causa dos Santos como referência de pesquisa no Curso de Formação de Postuladores do Vaticano.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!