Reunião nesta quarta discute repasse de R$ 7 milhões que o governo de MG deve e pode aliviar o HNSC

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


A crise financeira do Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC) continua sendo um dos assuntos mais discutidos entre as autoridades municipais. A preocupação é com a falta de recursos para a saúde.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Diante do grande déficit orçamentário, a diretoria do HNSC decidiu reduzir o número de leitos na entidade de saúde. Agora Pará de Minas conta com 58 leitos para os pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), de um total de 109.

A instituição tem mais de 100 anos e passa pela pior crise de sua história devido ao alto grau de endividamento, a falta de repasses de verbas por parte dos governos estadual e federal. Trata-se de uma situação lamentável.

Os médicos não estão recebendo pelos plantões e procedimentos como cirurgias. A situação dos profissionais é delicada e alguns já sinalizaram a possibilidade de deixar Pará de Minas para trabalhar em outros municípios.

A Prefeitura de Pará de Minas se comprometeu a enviar subvenção mensal no valor de R$ 170 mil, como foi aprovado pela Câmara Municipal. Agora esse montante deverá ser reforçado a partir do próximo mês.

O Poder Legislativo fez um ajuste nas despesas para economizar e todos os vereadores decidiram repassar R$ 40 mil mensais para a Secretaria Municipal de Saúde repassar ao único hospital do município. Entretanto, a direção do HNSC afirma que precisa de um aporte de R$ 400 mil mensais para manter os serviços.

Nesta quarta-feira, 17 de maio, será realizada uma reunião no Plenarinho da Câmara Municipal, com participação de representantes da Secretaria de Estado da Saúde, conselhos Municipal e Estadual de Saúde, vereadores, secretário municipal de Saúde e diretores do HNSC.

De acordo com Mário Justino da Silva (PRB) presidente da Casa, o objetivo é cobrar do governo de Minas Gerais a liberação de R$ 7 milhões que o Estado deve ao município de Pará de Minas:


Mário Justino da Silva
reuniaosaudeomariojustinosilva1

Ele explica que o Conselho Estadual de Saúde poderá ajudar a cobrar uma posição do governador Fernando Pimentel (PT). Se liberados, esses recursos ajudará a aliviar os problemas da saúde pública em Pará de Minas:

Mário Justino da Silva
reuniaosaudeomariojustinosilva2

Caso esses valores sejam liberados pela Secretaria de Estado da Saúde, o hospital de Pará de Minas poderá quitar parte da dívida contraída com fornecedores, prestadores de serviços e empréstimos bancários.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!