Projeto que propõe aumento de salários dos vereadores tramita na Câmara Municipal de Pará de Minas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

camara_para_de_minas
A informação foi confirmada pelo presidente da Câmara Municipal de Pará de Minas, Geovane Cardoso Correia, com o argumento que o reajuste é necessário para que os salários dos vereadores não fiquem defasados. O mesmo também reajusta os salários dos servidores do Legislativo pará-minense.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

A população brasileira vem sentindo na pele os graves efeitos da crise econômica que vem assolando o país nos últimos meses. Milhares de empresas fecharam as portas e a situação é delicada.

O aumento nos custos operacionais e o desaquecimento do mercado têm contribuído para a paralisação das atividades na indústria. As previsões de crescimento serão negativas em 2016, segundos os economistas.

Muitas empresas estão reduzindo salários e diminuindo a carga horária de trabalhadores para conseguir sobreviver as atuais dificuldades. Em alguns casos os colaboradores estão incluídos no programa de Proteção ao Emprego do Governo Federal.

Mesmo com este cenário preocupante, está tramitando na Câmara Municipal de Pará de Minas um projeto de lei de iniciativa da Mesa Diretora que dispõe sobre o reajuste de salário dos vereadores e dos servidores do Poder Legislativo.

geovane_cardoso_correia
O presidente da Casa, Geovane Cardoso Correia, explica que o plenário deverá decidir pelo aumento ou não dos salários e ressalta que o exercício do mandato tem os devidos custos:

Geovane Cardoso Correia
asvgcc1

Sobre o clamor público pedindo o não aumento dos vencimentos dos vereadores, considerados por muitos como mais do que suficientes, Geovane Cardoso Correia, afirma que todo trabalhador deve ter um reajuste:

Geovane Cardoso Correia
asvgcc2

A proposta de aumento dos salários dos vereadores e dos servidores da Câmara Municipal terá como base o IGPM (Índice Geral de Preços do Mercado), fixado no final de 2015 em 10,54%.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!