Horário de Verão começa neste domingo e médico dá dicas para facilitar adaptação

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

por_do_sol_para_de_minas210616
Neste domingo, 16 de outubro, os moradores de dez estados e do Distrito Federal deverão adiantar seus relógios em uma hora. A partir de meia-noite de sábado, 15 de outubro, entrará em vigor a edição 2016/2017 do horário brasileiro de verão, que se estenderá até o dia 19 de fevereiro de 2017.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

A expectativa é de que o sistema elétrico economize R$ 147,5 milhões. O valor representa o custo evitado em usinas térmicas e atendimento à ponta de carga no período de vigência do horário de verão.

A medida será adotada nos estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Espírito Santo, e no Distrito Federal.

Um dos objetivos é a redução da demanda durante o horário de pico – das 18h às 21h. Durante o horário de verão a iluminação pública é acionada mais tarde, evitando o consumo com o horário da indústria e do comércio.

Segundo pesquisas, o horário de verão pode afetar o tempo de atividades físicas, o número de acidentes de carro e o período de navegação na internet de forma improdutiva.

O Portal GRNEWS conversou sobre os impactos no organismo com o médico Sérgio Soares Pereira Maia, clínico geral e especialista em Medicina do Trabalho e Medicina Ortomolecular.

Ele explica que o corpo conta com um relógio biológico e a mudança do horário traz alguns transtornos. Por isso é preciso ficar atento ao período de adaptação:

sergio_soares_pereira_maia141016
Sérgio Soares Pereira Maia
horariodeveraosergiomaia1

O especialista explica que dentro de um prazo de duas semanas o organismo está bem adaptado com o novo horário. Ele ressalta a importância de todas as pessoas dormirem bem durante a noite para recuperar as energias:

Sérgio Soares Pereira Maia
horariodeveraosergiomaia2

Para conseguir dormir mais cedo à recomendação é disciplinar o uso de aparelhos eletrônicos como telefones, tablets, notebooks, entre outros. Esses equipamentos forçam o cérebro a manter o estado de alerta e com isso adia a preparação para o sono.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!