Demissões de agentes contratados da penitenciária Dr. Pio Canedo preocupa vereador

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


O governo de Minas Gerais vem convocando os agentes penitenciários que foram aprovados em concurso público e demitindo os profissionais contratados que prestam serviço nas unidades prisionais.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Na penitenciária Dr. Pio Canedo, em Pará de Minas, o governo de Minas Gerais demitiu 12 agentes nos últimos dias. Enquanto isso o número de detentos continua cada vez maior.

Mais de 840 presos cumprem pena na unidade que foi construída no ano de 2002 para abrigar 396 pessoas. A Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) vem debatendo a questão. Inclusive, os deputados estaduais visitaram a penitenciária e realizaram uma audiência pública em Pará de Minas.

Eles prometeram agir para reduzir o número de presos, mas ao contrário disso a quantidade só aumentou desde então. Para muitos, este é mais um exemplo que serve para comprovar que audiência pública não resolve nada.

De acordo com o governo estadual, a meta é repor profissionais que foram aprovados em concurso público, mesmo sendo em número bem menor. Em todo o estado ainda haverá um déficit de quase três mil agentes penitenciários.

O problema foi abordado pelo vereador Marcus Vinícius Rios Faria (PMDB), presidente da Comissão de Segurança Pública e Direitos Humanos na Câmara Municipal. A preocupação dele é com os efeitos da medida adotada.

Ele destacou a luta para que os agentes contratados permaneçam nos cargos até o ano de 2019. Enquanto isso os servidores concursados deverão assumir as funções e fortalecer o sistema de segurança das penitenciárias:


Marcus Vinícius Rios Faria
demissoespiocanedomarcusvinicius

A Assembleia Legislativa de Minas Gerais aprovou em primeira votação um projeto de lei que autoriza o Estado a prorrogar o contrato dos agentes penitenciários contratados até 2019. Porém, os deputados estaduais entraram em recesso e a matéria só voltará ao plenário em agosto.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!