Sarampo mata. Proteja-se com a vacina disponível nas Unidades Básicas de Saúde de Pará de Minas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O aumento no número de casos de sarampo no Brasil preocupa as autoridades desde o ano passado. O genótipo do vírus encontrado no país é o mesmo em circulação na Venezuela, que apresenta surto da doença desde 2017. Só no passado, o Brasil registrou 18,2 mil casos da doença em 526 municípios. Foram registrados 14 óbitos em São Paulo e um em Pernambuco.

Em 2020, a maioria está registrada no Rio Grande do Sul, onde já foram confirmados 18 casos. No Rio de Janeiro foi confirmada nesta semana a primeira morte deste ano decorrente da doença. Um bebê de oito meses morreu mesmo após ser vacinado. É que ele contraiu sarampo antes dos seis meses de vida, que é quando recebe a primeira dose da vacina.

Por causa da quantidade de casos confirmados, o Brasil perdeu o Certificado de Erradicação da doença, fornecido pela Organização Pan-Americana de Saúde (Opas).

Com o objetivo de conseguir novamente o certificado, que prova que os brasileiros estão livres da doença, teve início na segunda-feira (10) a Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo.

Em Pará de Minas muitas pessoas já procuraram as Unidades Básicas de Saúde (UBS) para se imunizar. Porém tem aqueles que não tem tempo durante a semana, por causa do trabalho ou estudo. Por isso, o Dia D de Vacinação é para estas pessoas.

Neste sábado, 15 de fevereiro, as UBS de Pará de Minas estarão abertas em horário especial para vacinar o público alvo da campanha, quem tem de 5 a 19 anos, como disse ao Portal GRNEWS o secretário Municipal de Saúde, Wagner Magesty:

Wagner Magesty
wagnermagsara1

Estarão abertas de 8 às 17 horas a Policlínica e as UBS dos bairros JK, Walter Martins, Providência, Vila Ferreira, São Cristóvão, baixo Santos Dumont, Grão Pará, Dom Bosco e Serra Verde.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!