Câmara se reúne nesta quinta e população espera parecer final sobre denúncias apresentadas por Timbé

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


Devido ao feriado prolongado do carnaval, a reunião Ordinária da Câmara Municipal de Pará de Minas, que normalmente é realizada às segundas-feiras, foi adiada para esta quinta-feira, 15 de fevereiro, a partir das 18 horas, como determina o Regimento Interno.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

A definição da pauta ainda depende das matérias que são encaminhadas pelo poder Executivo e das tramitações nas Comissões Permanentes, além das análises do departamento jurídico da Casa.

Um dos assuntos que a população aguarda o desfecho com grande expectativa está relacionado à apuração das denúncias apresentadas pelo ex-secretário municipal de Gestão Pública, Fernando Antônio do Amaral, o Timbé, contra a administração municipal.

O Poder Legislativo formou uma Comissão Especial presidida pelo vereador Marcílio Magela de Souza (MDB) para apurar todos os fatos apresentados pelo ex-membro do primeiro escalão da administração do prefeito Elias Diniz (PSD).

As comissões permanentes também trabalharam na análise de todos os documentos apresentados e apresentaram os relatórios finais dos trabalhos. Entretanto, ainda faltam alguns pareceres para definir o próximo passo.

O vereador Rodrigo Alves Menezes (MDB) já sinalizou a intenção de abrir uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para analisar as denúncias e tomar as providências cabíveis com base na legislação.

Contudo, ele disse por último que aguardará um parecer do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) na Comarca de Pará de Minas para dar prosseguimento ou não no requerimento de abertura da Comissão Processante na Casa.

É esperado um posicionamento do presidente da Câmara Municipal, Marcus Vinícius Rios Faria (MDB) nesta quinta-feira (15). Ele também deve apresentar um parecer final da denúncia que ajudou a apurar.

Outro projeto muito aguardado e que ainda não chegou ao Legislativo trata do reajuste salarial dos servidores públicos municipais. A matéria vem sendo analisada com cautela pelo prefeito de Pará de Minas.

O chefe do Poder Executivo alegou que o governo de Minas Gerais reteve parte dos recursos do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e a prefeitura enfrenta grandes dificuldades financeiras.

Toda a população é convidada a assistir as reuniões na Câmara Municipal de Pará de Minas, localizada na avenida Presidente Vargas, 1,935, bairro Senador Valadares.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!