Secretário de Saúde confirma que paraminenses com suspeitas de COVID-19 não cumprem isolamento domiciliar

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Antes a recomendação era para o paciente com suspeitas de ter contraído o novo coronavírus (COVID-19) aguardar em casa a manifestação mais presente dos sintomas, agora o Ministério da Saúde fez algumas mudanças na semana passada.

Conforme publicado pelo Portal GRNEWS a orientação agora é que a qualquer sintoma de COVID-19, mesmo que seja muito leve, o paciente procure a unidade de saúde mais próxima de casa, seja um posto ou um hospital. É que o Ministério da Saúde concluiu que quanto mais cedo se busca o atendimento médico, mais chances de evitar o agravamento da doença que já matou centenas de milhares de pessoas no mundo inteiro.

Porém, muitos se preocupam com a questão da superlotação no Sistema Único de Saúde (SUS), caso todas as pessoas com sintomas da doença procurem uma unidade de saúde.

Em Pará de Minas, segundo o secretário Municipal de Saúde Wagner Magesty, a situação está controlada e as equipes preparadas para receber todos os pacientes com sintomas do novo coronavírus:


Wagner Magesty
wagmagprouraubs1

Enquanto uns estão preocupados com o aumento de casos na cidade, outros inclusive com sintomas da doença, têm deixado todas as recomendações de lado. Mesmo com a orientação para manter o isolamento domiciliar, já que aguardam resultados de exames, estão nas ruas e possivelmente disseminando o vírus:

Wagner Magesty
wagmagprouraubs2

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), os sintomas de COVID-19 são febre, tosse seca, fadiga, tosse com catarro espesso, falta de ar, dor articular, dor de cabeça, arrepios, náusea ou vômito, nariz entupido, diarreia, tosse com sangue e olhos inchados.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!