Inauguração de novo CTI com capacidade para 10 leitos gera aglomeração no HNSC

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC) inaugurou na manhã desta segunda-feira, 13 de julho, o novo Centro de Tratamento Intensivo (CTI) Paulo de Abreu Leite. Apesar da pandemia, a solenidade gerou aglomeração desnecessária de pessoas, mesmo considerando o uso de máscaras. Importante ressaltar que em um ambiente hospitalar de terapia intensiva os cuidados sanitários precisam ser redobrados em tempos de pandemia do novo coronavírus (COVID-19).


Agora o HNSC conta com 20 leitos de terapia intensiva e inicialmente tratará pacientes diagnosticados com COVID-19. Quando a pandemia terminar, o CTI continua em pleno funcionamento para atender toda a microrregião.

A obra teve início no dia 13 de abril e o novo CTI foi construído em tempo recorde, com investimentos de R$ 3 milhões viabilizados pelo Ministério Público Federal do Trabalho.

O novo CTI foi construído em um esforço conjunto entre Irmandade Nossa Senhora da Conceição e a Prefeitura de Pará de Minas, que desde 2017 decretou a intervenção do hospital. A nova obra foi realizada onde por anos funcionou a antiga terapia intensiva e o local antes era utilizado como área de estudos para estagiários e alunos residentes.

O prefeito Elias Diniz (PSD) destaca o trabalho feito em parceria em prol de toda população:

Elias Diniz
eliasdiniznovoctihnsc1


Aproveitou ainda para destacar que mesmo em meio à pandemia vários investimentos são feitos na área da saúde com ajuda dos deputados estaduais e federais:

Elias Diniz
eliasdiniznovoctihnsc2


Há quase três décadas Pará de Minas só teve seis leitos de CTI habilitados pelo Ministério da Saúde e estes davam assistência a toda microrregional. O secretário Municipal de Saúde Wagner Magesty destaca a habilitação de novos quatro leitos no ano passado e agora novos 10:

Wagner Magesty
wagnemagnovoctihnsc1


O diretor administrativo do HNSC Clelton de Faria Pacheco acredita que a obra foi trabalhosa para que tudo ficasse pronto em tempo recorde, cumprindo todas as exigências sanitárias. Inclusive foram necessárias obras não previstas no projeto inicial:

Clelton de Faria Pacheco
cleltonfarinovoctihnsc1


Caso necessário o CTI pode começar a funcionar imediatamente, garante Clelton de Faria Pacheco:

Clelton de Faria Pacheco
cleltonfarinovoctihnsc2

O novo CTI foi executado pela Local Engenharia acompanhado pelo engenheiro responsável Rafael Raimundo e o arquiteto Marcelo Enrik Assis.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!