Saúde registra redução no número de chamados para combater escorpiões nas residências de Pará de Minas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O surgimento de escorpiões sempre preocupou a população de Pará de Minas. Em anos anteriores os moradores de vários bairros da cidade reclamavam frequentemente desses animais peçonhentos que apareciam em seus imóveis.

Quem reside nas imediações do Cemitério Santo Antônio, o único do município, sempre conviveu com os escorpiões que se proliferam entre os túmulos. A situação naquele espaço ficou tão crítica em determinada época, que a administração colocou galinhas d’angola no cemitério para comer os escorpiões, uma vez que combatê-lo é muito difícil.

A boa notícia é que nos últimos meses reduziram as queixas dos paraminenses junto ao Departamento de Vigilância em Saúde para que os agentes combatessem escorpiões, como explica o biólogo Adelmo Batista Lemos:


Adelmo Batista Lemos
adelmolemosescorpiao1

Recentemente uma criança de três anos foi levada por familiares até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em Pará de Minas e depois transferida para o Hospital João XXIII em Belo Horizonte, devido ao contato que o menino teve com uma taturana. Para facilitar o diagnóstico a família da criança levou até à UPA a taturana.

Adelmo Batista Lemos orienta que este mesmo procedimento deve ser adotado caso a pessoa seja picada por um escorpião. Porém, o indicado é que os animais sejam entregues vivos:

Adelmo Batista Lemos
adelmolemosescorpiao2

Como a equipe de agentes é reduzida e não consegue visitar todas as residências para verificar ou não existência de escorpiões, o biólogo repassa algumas dicas para a população evitar a infestação de escorpiões:

Adelmo Batista Lemos
adelmolemosescorpiao3

No ambiente urbano o principal alimento procurado pelo escorpião é a barata. Dessa forma a pessoa que combate as baratas em seus imóveis, indiretamente também está afastando os escorpiões:

Adelmo Batista Lemos
adelmolemosescorpiao4

O Centro de Controle de Zoonoses São Francisco de Assis (CCZ) está localizado nas proximidades do Parque de Exposições Francisco Olivé Diniz, no Bairro João Paulo II, em Pará de Minas. O telefone para contato é o 3231-7817. O horário de funcionamento é de 7 as 11 horas e 12 as 16 horas.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!