Silenciosa, Glaucoma é a segunda maior causa de cegueira no mundo, adverte especialista

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

glaucoma110816
Milhões de pessoas em todo o mundo são acometidas por uma doença que é a segunda maior causa de cegueira: o glaucoma. Trata-se de uma doença que precisa ser tratada a tempo, pois 80% dos casos não apresentam sintomas no início.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

A enfermidade é crônica e não tem cura, mas, na maioria dos casos pode ser controlada com tratamento adequado e contínuo. Quanto mais precoce o diagnóstico, maiores as chances de evitar a perda da visão.

Para isso é importante que o paciente consulte um oftalmologista regularmente. O profissional fará ou solicitará diversos exames como: exame do fundo do olho, medida da pressão intra-ocular e exame de campo visual.

Qualquer pessoa pode ter glaucoma. Porém, a doença é mais comum em negros, parentes de portadores de glaucoma, idosos, portadores de alta miopia, usuários crônicos de colírios com corticoides e diabéticos.

erica_de_abreu_borges110816
De acordo com a oftalmologista Érica de Abreu Borges, especialista em glaucoma, a patologia avança lentamente e por isso é importante que a pessoa fique atenta e procure o profissional o mais rápido possível:

Érica de Abreu Borges
glaucomaericaabreuborges1

O tratamento ideal é o que melhor proporciona o controle da doença e evita a progressão dela. Pode ser feito através de colírios, laser ou no último caso a cirurgia, ressalta a especialista:

Érica de Abreu Borges
glaucomaericaabreuborges2

Os colírios usados no tratamento do glaucoma possuem dois principais mecanismos de ação: ou diminuem a produção ou aumentam a drenagem do líquido que circula dentro do olho, chamado humor aquoso, com a finalidade de baixar a pressão dentro do olho.

A Dra. Érica de Abreu Borges atende no Centro Especializado em Oftalmologia (CEO), localizado na rua Capitão Teixeira, 415, bairro Nossa Senhora das Graças, em Pará de Minas. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (37)3237-4600 ou AQUI.

ceo_banner_tratamentos

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!