Águas de Pará de Minas vai bancar reestruturação do Hospital Municipal Padre Libério; custo será de R$ 445 mil

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O Departamento de Contratos e Convênios da prefeitura publicou um extrato de Termo de Cooperação entre o Município e a Águas de Pará de Minas. O Portal GRNEWS teve acesso ao documento no qual a concessionária responsável pelo abastecimento de água e tratamento de esgoto da cidade se comprometeu a arcar com os custos da contratação pelo município de empresa especializada para promover a reestruturação do prédio do extinto Pronto Atendimento Municipal José Porfírio de Oliveira e anunciado pelo prefeito Elias Diniz (PSD) como o novo Hospital Municipal Padre Libério.

No espaço funcionará uma unidade de saúde voltada para ações de enfrentamento á pandemia Da COVID-19. O local será adaptado para uma estrutura apropriada seguindo normas vigentes da Vigilância Sanitária, além de cotação, aquisição e doação de equipamentos de proteção individual para profissionais da área da saúde.

O termo tem vigência até 31 de agosto de 2020 e tem o valor de R$ 445.173,07.

O que chamou atenção foi o município já ter reformado o espaço que hoje é chamado de Hospital Municipal Padre Libério, enquanto outros acreditam se tratar apenas de uma extensão da Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Como já adiantado pelo Portal GRNEWS em abril, a FEARP Construções Ltda. foi contratada por R$ 213.713,07 para realizar a obra que consistiu na demolição de algumas paredes, forro de gesso reboco, além de ferragens, louças e metais que precisaram ser removidos. Novas janelas foram colocadas, painéis, lavatórios, chuveiros e todas as salas foram pintadas. O local já está pronto e já atende casos suspeitos e confirmados de COVID-19.

O Portal GRNEWS apurou ainda que a Águas de Pará de Minas é beneficiária de contratos de financiamentos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e que possui recursos destinados a cunho social. Por isso foi firmado o contrato com o Município, onde a concessionária destinará o recurso para a reforma do antigo Pronto Atendimento. Sem contar que a empresa doará ao Município equipamentos de proteção individual (EPI) para serem destinados aos profissionais de saúde.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!